Vender imóvel rápido: confira 6 dicas para fechar negócio

Vender imóvel rápido: confira 6 dicas para fechar negócio

Muitas pessoas querem vender seu imóvel, mas fazer isso por conta própria pode ser mais difícil sem saber por onde começar.

Com a crise que pegou todos de surpresa e fazendo as pessoas segurarem mais o dinheiro, vender uma propriedade ficou um pouco mais difícil. 

Só que o setor imobiliário foi um dos menos impactados pela crise, o que é uma boa notícia para os proprietários.

Sabendo o que fazer, é possível negociar o imóvel rapidamente, sem perder dinheiro durante o processo. Só que isso envolve pensamento estratégico, técnicas e um bom conhecimento sobre o setor.

O dono do imóvel consegue vendê-lo por um preço justo e atrativo, além de assumir uma posição mais flexível durante a negociação.

Além de facilitar a transação, é muito importante garantir a segurança da venda da propriedade. Não é raro ver compradores que assinam o contrato de compra e venda, mas não conseguem fazer o financiamento.

Também existem os golpistas e outros problemas que podem colocar a segurança da negociação em jogo.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar como vender um imóvel com segurança e dar algumas dicas para vendê-lo rapidamente.

Como vender um imóvel com segurança?

Se você quer vender sua casa ou apartamento, mas tem medo de correr alguns riscos, saiba que não está sozinho e que isso é compreensível. 

Mas, existem algumas formas de garantir a segurança durante a negociação, são elas:

Fazer venda direta

É muito mais rápido e seguro e vender para pessoas próximas, que você conhece ou que apresentam boas referências. 

Imóveis em condomínios, como os escritórios com mesa para home office, são mais fáceis de vender para esse tipo de comprador.

O proprietário deve conversar com o porteiro e os vizinhos para ver se eles conhecem alguém que está interessado em um imóvel na região.

Se a propriedade estiver localizada em um bairro com boa convivência entre os moradores, uma dica é oferecer o imóvel para eles primeiro.

Muitas pessoas pensam em trazer amigos e parentes para morarem próximos, e se o proprietário tiver sorte, pode encontrar um comprador entre elas.

Veja com os colegas de trabalho, parentes e outros círculos sociais aos quais você pertence, falando bem sobre a residência e o local onde ela está.

Pagar todos os impostos

Quando o assunto são taxas e impostos, não é a hora de fazer economias. Converse com o comprador para que ele providencie a escritura e o registro da matrícula.

Não faça contratos de gaveta, pois eles podem trazer consequências para o vendedor, como o não pagamento do imóvel, IPTU e condomínio.

Estipular um prazo

Tanto para imóveis comerciais para a empresa de manutenção de forno industrial quanto para imóveis residenciais, é muito importante estipular um prazo para esperar o financiamento bancário sair.

O trâmite costuma ser demorado porque o banco costuma pedir documentações complementares para o comprador, como exames médicos específicos, o que pode atrasar o financiamento.

Contar com um advogado

É sempre bom ter a ajuda de um advogado para acompanhar a documentação, independentemente de a compra ser à vista ou parcelada diretamente com o proprietário.

Se a compra for por meio de financiamento, o banco é responsável por verificar a documentação, mesmo assim, não libere o imóvel antes do aval da instituição financeira.

Essas dicas garantem a segurança do processo de compra e venda da propriedade, mas para agilizar ele, existem outras coisas que você pode fazer.

Como vender o imóvel mais rápido?

Para vender o imóvel mais rápido, existem algumas estratégias que podem ajudar, e dentre as que mais se destacam estão:

1.    Manter a documentação em dia

O proprietário precisa ter toda a documentação em dia para negociar o imóvel, visto que depois que a compra for aprovada, tudo o que ele precisa fazer é providenciar a transferência de propriedade e atestar a compra.

Pode ser um galpão para uma fábrica de pasta para polir alumínio, um apartamento, sítio ou qualquer outro tipo de propriedade, as pessoas querem adquirir imóveis regulares e sem tendências, da mesma forma como você quer encontrar um bom comprador.

Resolva qualquer pendência antes de divulgar a propriedade, pois se algum problema acontecer relacionado a isso, dificilmente a pessoa vai esperar até que tudo se resolva. 

Portanto, dentre as pendências mais importantes:

  • IPTU em aberto;
  • Irregularidades na justiça;
  • Disputas por herança;
  • Hipotecas;
  • Penhoras.

A compra de uma propriedade em dia já é complexa, portanto, para reduzir a burocracia, facilite a venda evitando as pendências.

2.    Manter o imóvel sempre limpo

Quando os possíveis compradores forem conhecer o imóvel, é muito importante que ele esteja limpo e pronto para a visitação. 

Os cômodos precisam estar arrumados e bem organizados para agradar os olhos dos visitantes.

Até mesmo locais que podem funcionar como um açougue que trabalha com tripa para embutidos precisam estar com um bom aspecto.

É assim que o proprietário conquista a atenção dos compradores e evita que eles acreditem que a propriedade é mal-cuidada.

Durante as visitas, mantenha as janelas abertas, principalmente durante o dia, pois a luz natural oferece riquezas de detalhes sobre os imóveis e ainda promove a boa circulação de ar.

Um imóvel bem iluminado é importante para reduzir as chances de mofo, umidade e bolor, que podem prejudicar a visita.

3.    Fazer as reformas necessárias

Providencie todos os reparos pendentes, antes de receber a visita de qualquer pessoa. Reformas e pintura melhoram a aparência da propriedade e aumentam as chances de venda.

Verifique as condições dos vidros, fiação e encanamento para entregar a propriedade em boas condições de uso, da mesma forma como você gostaria de receber.

Problemas elétricos e hidráulicos são sinônimos de muitos gastos e dificilmente uma pessoa quer arcar com isso logo de cara.

Quem tem crianças repara muito nessas coisas, não só na propriedade, como no condomínio todo. Uma rede de proteção para playground faz toda a diferença na decisão de compra.

Outros pontos importantes a se atentar são as maçanetas, conservação do piso, estado das esquadrias e janelas, aspectos dos armários e assim por diante.

4.    Estar aberto a negociações

Não é fácil vender o imóvel pelo valor que você pretende, por isso, esteja aberto a negociações, pois isso facilita a compra e o pagamento.

Lembre-se de que o momento atual é difícil para todos e personalizar o preço pode convencer o comprador a ficar com o imóvel.

Proprietários muito inflexíveis podem afastar os interessados, por isso, procure entender a situação da pessoa, e caso o valor proposto esteja muito abaixo, fale sobre os pontos positivos da propriedade para chegar a um bom acordo.

Por exemplo, no caso de um imóvel para clínica de cardiologista pediátrico, explique que a propriedade está com a documentação em dia, em excelente estado de conservação e que o preço cobrado é justo.

Tenha uma margem de negociação, pois isso evita que você perca uma boa oportunidade e ajuda o comprador a pagar pelo imóvel.

5.    Fazer um bom anúncio

É muito importante caprichar no anúncio para atrair mais pessoas, mas não adianta ter o imóvel mais incrível se as informações sobre ele não chegarem até os interessados.

Detalhe todas as características, como o número de cômodos, garagem, metragem, áreas externas e de lazer, dentre outros.

É importante destacar os diferenciais da propriedade, como armário embutido, móveis planejados, dentre outras características.

Fale sobre a segurança, de que forma o imóvel pode ser personalizado e deixe os contatos visíveis para que os interessados possam entrar em contato e agendar visitas.

Fale sobre a vizinhança, se o local fica perto de hospitais e auto socorro 24 horas, comércios, entre outros detalhes que fazem a diferença no anúncio.

6.    Tirar boas fotos

Além de fazer uma boa descrição, mostre em detalhes as características do imóvel. Boas fotografias ajudam a convencer qualquer pessoa, e apesar de poder tirar essas fotos com o celular, talvez seja melhor contratar um profissional do ramo.

Procure mostrar a iluminação natural de cada ambiente para destacar seus pontos positivos. Procure ângulos que favorecem os cômodos e evite imagens sem sentido, como fotos de quinas ou muito tortas.

As fotos do anúncio são a primeira coisa que o cliente vai olhar, por isso elas precisam ser bonitas e atrativas.

Retire dos espaços qualquer objeto pessoal, seja uma impressão de boleto, uma bolsa ou qualquer outra coisa para destacar a propriedade.

Considerações finais

Resumindo, vender um imóvel rapidamente fica muito mais fácil com as dicas que passamos ao longo deste conteúdo.

Além de facilitar a venda, todo o processo será mais seguro para você e o comprador, que farão um negócio satisfatório para ambos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

2 comentários sobre “Vender imóvel rápido: confira 6 dicas para fechar negócio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.