Como me sair bem nas provas da escola e faculdade

Dicas para se sair bem na hora das provas

 Depois de meses ou anos de preparação, finalmente o estudante se depara com os últimos 7 dias que precedem a(s) prova(s). É um período relativamente curto, mas que faz total diferença no desempenho do candidato caso ele siga essas 4 dicas para elevar a suadisposição  motivação e foco durante a prova.

A primeira dica é tomar cuidado com o sono não só durante esses dias, mas também ao longo de todo treinamento de estudos. Quando dormimos, o cérebro consegue absorver e sedimentar tudo que foi aprendido, além de fazer todas as conexões essenciais para que tenhamos acesso a essa memória, principalmente durante a prova.

A falta de sono ou a má qualidade dele pode fazer com que dê o famoso branco durante a prova, e o que o candidato menos quer é que se chegue nesse ponto. O “branco” nada mais é do que a incapacidade do seu cérebro de fazer associações para capturar memórias, bloqueado por uma crise de ansiedade, em que você fica “andando em círculos” dentro das suas memórias.

O sono de qualidade está intrinsecamente relacionado às atividades físicas.A nossa segunda dica, para o seu cérebro descansar, o seu corpo precisa estar cansado, caso contrário você estará com energia (sem sono) mas cansado mentalmente e na hora de se deitar pode demorar até cair no sono profundo. E até mesmo tendo o sono profundo, ele pode ser curto e de pouca qualidade, por isso, é bom manter as atividades físicas, inclusive na semana que precede essas provas.

Para alguns, esses últimos dias têm uma carga emocional alta, o que faz com que haja alguns descontroles no dia a dia e, às vezes, o candidato chega com uma carga emocional tão pesada que não consegue se concentrar para realizar uma prova. A solução para essa sobrecarga é a nossa terceira dica, uma mistura de meditação com economia da atenção.

E como funcionaria isso? A meditação é uma metodologia de concentração em que você tenta filtrar os pensamentos e com isso se desconectar um pouco do que acontece no dia a dia, existem práticas que começam com 5 minutos por dia até horas de duração. O importante é manter uma prática consistente. Já a economia da atenção pode ser aplicada quanto ao tempo destinado às mídias sociais e aplicativos em geral.

Quando o estudante passa muitas horas conectado a uma rede social, ou qualquer outro aplicativo de uso prolongado, faz com que o cérebro fique superestimulado, e, nesse caso o corpo começa a ficar em alerta muito mais tempo que o necessário. Tudo acontece em cadeia, o estudante é uma espécie de atleta, e seu músculo mais importante, que faz diferença na prova é o seu cérebro, logo, se o cérebro começa a apresentar desequilíbrio em alguns aspectos cotidianos, isso irá se refletir no desempenho do aluno.Equilibrar e definir horas de uso diário é uma boa alternativa para evitar o superestímulo.

Nossa quarta e última dica é para os dias de provas, em que o estudante passa longos períodos sentado e convertendo toda a energia em esforço mental. Apesar do estudante ao longo dos anos ter se preparado ao ficar horas seguidas estudando, ou horas executando simulados, o dia ou os dias de prova são um pouco diferentes. As simulações e a  capacidade de ficar muito tempo absorvendo conteúdo por si só não são suficientes para que o candidato realize a prova no seu máximo desempenho.

Nesses dias o estresse e a pressão podem ser muito maiores, o que exige muito mais do corpo do candidato. A dica então é se manter bem hidratado e, em algum momento consumir qualquer alimento que não agrida o estômago, mas que dê uma recarga ao mesmo tempo, como uma barra de chocolate por exemplo. O chocolate dá ao estudante o açúcar que será convertido em esforço mental e cafeína para mantê-lo acordado e atento a todo momento.

Com essas dicas então é possível o candidato aperfeiçoar seu desempenho nas provas, o que não exclui, claro, toda a preparação de estudosfeito ao longo do ano, lembrando que às vezes, a diferença entre uma aprovação ou uma reprovação pode ser uma única questão, que pode ter sido realizada quando o candidato estava cansado ou desfocado.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *