Como faço para instalar um tacógrafo?

Como faço para instalar um tacógrafo?

O tacógrafo é uma peça de extrema importância em um veículo, pois ela serve para medir a distância de deslocamento, o tempo de deslocamento e a velocidade. Seu principal objetivo é permitir que transportadoras utilizem os esses dados para melhorar a logística de entregas, além de servir para monitorar falhas humanas, por parte dos motoristas, que acarretam em danos de mercadorias, aumento no gasto de combustível, acidentes de trânsitos e multas. Ademais, esse item é considerado obrigatório pelo código brasileiro de trânsito (CTB). Assim, para não deixar de medir esses valores e ficar sempre em dia com a logística de cargas e com a lei, é importante aprender a instalar um tacógrafo para que esse siga os parâmetros estabelecidos.

Funcionamento do tacógrafo:

Para entender o funcionamento do tacógrafo, é preciso saber que existem 2 tipos, os analógicos e os digitais:

  • Tacógrafo Analógico: esse tipo de equipamento funciona através de um cabo mecânico que fica atrelado a saída da caixa de câmbio. Por meio deste e através de três agulhas, as informações da viagem são gravadas, em forma de gráfico, em disco-grama, utilizando, para marcar no disco a pressão;
  • Tacógrafo Digital: ao invés  de usar o cabo mecânico, como acontece no tacógrafo analógico, esse tipo de tacógrafo usa sinais elétricos e registra essas informações em fitas diagrama que parecem muito com bobinas de impressoras fiscais.

Diferenças entre o tacógrafo analógico e o digital

Algumas diferenças entre o tacógrafo analógico e o digital são importantes de serem citadas. Além do preço, claro, há diferença na manutenção necessária, no tipo de disco-grama que é utilizado (na analógica é um disco, na digital uma bobina), e, principalmente, no fato de que as informações registradas pelo tacógrafo digital conseguirem ser ainda mais precisas e completas do que no analógico, uma vez que esse tipo de aparelho consegue fazer relatórios que apresentam informações sobre segurança, consumo de combustível, manutenção, comportamento, as rotas e limites de velocidade atingidos na chuva ou não. Além, é claro, de serem mais difíceis de serem fraudados por motoristas mal intencionados.

Vantagens e desvantagens do tacógrafo analógico:

Suas vantagens são: mais barato para instalar, mais comum, ou seja, mais fácil encontrar peças, reposições e facilidade de encontrar mão de obra que façam sua manutenção

Suas desvantagens são: necessita de manutenção mais frequente, não possui tantas funcionalidades quanto o tacógrafo digital

Vantagens e desvantagens do tacógrafo digital

Suas vantagens são: maior vida útil, apresenta mais funções, como medição de velocidade em curvas, comportamento do motorista, segurança, pontos de interesse na carroceria, uso do cinto de segurança, entre outros dados importantes, mais difícil de fraudar, não necessita de tanta manutenção quanto o analógico

Suas desvantagens são: mais caro para comprar, manutenção mais difícil

Veículos com uso de tacógrafo obrigatório:

O uso do equipamento tacógrafo, de acordo com a lei 105 do Código de Trânsito Brasilerio (CTB), é obrigatório para veículos de transporte escolares, de transporte de passageiros em veículos com mais de dez lugares e para veículos de carga com peso superior a 4.536kg.

Penalidades previstas por lei para o descumprimento do uso obrigatório de tacógrafo:

O não uso do tacógrafo ou até mesmo a adulteração dele podem acarretar diversos prejuízos para o motorista, como a aplicação de multa, a perda de pontos na carteira do motorista e a apreensão do veículo que só é liberado quando colocado de acordo com a lei. Nesse contexto, é importante salientar que a Polícia Rodoviária pode, a qualquer instante, solicitar ver o tacógrafo do veículo para fazer inspeções de rotina ou quando suspeitar da conduta indevida do motorista. Portanto, é importante sempre ter ele em dia.

Importância do uso do tacógrafo:

O tacógrafo é importante por obrigar o motorista a adotar uma direção defensiva, uma vez que, caso ele cometa algum excesso no trânsito, ficará registrado no tacógrafo., bem como para auxiliar na parte logística de entregas que envolvam caminhões Além disso, esse equipamento é essencial para a segurança administrativa do motorista perante a empresa contratante, uma vez que pode servir como prova de que o mesmo não desrespeitou leis de trânsito, eliminando do motorista a culpa.

Forma de usar o tacógrafo:

Manusear o tacógrafo não é difícil. Para usar ele de forma correta, é necessário preencher com veracidade as principais informações sobre a viagem e trocar os discos sempre que necessário (semanalmente ou diariamente de acordo com o tipo).

Informações que devem ser colocadas no disco

É no disco-grama que são colocadas informações como a quantidade de horas dirigidas, o tempo gasto com pausas, a velocidade dirigida, o nome do motorista, o local e a hora de início e fim do percurso. Por esse motivo, ele deve ser trocado de acordo com periodicidade seguindo o critério do modelo de tacógrafo do veículo, podendo ser diariamente ou semanalmente.

Finalmente: como instalar o tacógrafo

Para instalar o tacógrafo e ficar em dia com a legislação, é de extrema importância que, assim que um veículo novo for adquirido, o motorista regularize a situação do tacógrafo junto ao INMETRO. 

 

Para fazer isso, é necessário que o dono do veículo se dirija a um posto credenciado (muito cuidado com esse detalhe pois diversas empresas que dizem emitir esse certificado, na verdade, não são credenciadas e seus laudos podem não valer em uma blitz), pagar o comprovante de recolhimento, o GRU, no valor de R$ 149,00 (valor de 2016, ou seja, desatualizado) e fazer o ensaio do cronotacógrafo, que consiste em colocar um lacre no equipamento para dificultar que ele seja adulterado. Já com esse lacre posto, ainda no próprio INMETRO, é necessário solicitar a emissão de um certificado para esse tacógrafo, certificado esse que é válido por 2 anos e comprova que o tacógrafo foi verificado por instituições credenciadas e que ele está em ordem e de acordo com a legislação vigente.

 

Se quiser saber mais informações sobre esse processo, consulte o site do INMETRO e descubra quais são os locais existentes na sua cidade que são credenciados para realizar esse serviço, além das datas e dos horários que eles são ofertados.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.