Turismo de saúde: conheça essa modalidade de viagem

Turismo de saúde: conheça essa modalidade de viagem

Prevenção de doenças e busca por bem-estar mental e espiritual também estão entre as prioridades desses turistas. Brasil tem vários destinos e atrai turistas estrangeiros

Os deslocamentos de pessoas para outros lugares do país e do mundo por motivos de saúde são muito antigos, mas, por muito tempo, não foram encarados como uma modalidade específica de turismo. No entanto, o setor está cada vez mais atento, principalmente porque esse tipo de viagem está em alta.

 

Quando falamos de turismo de saúde não nos referimos apenas a pessoas do interior que pegam um ônibus a São Paulo ou a outra capital para ir a um hospital mais bem equipado. Embora esses viajantes estejam também inclusos nessa modalidade, ela é muito mais que isso e você vai entender a seguir.

 

A busca por locais que oferecem tratamentos e reabilitações é uma parte importante desse tipo de turismo e tem até um nome específico dentro do setor: turismo médico. Cidades que possuem hospitais-referência e profissionais de renome fazem parte desse circuito, como é o caso de praticamente todas as capitais do Brasil.

 

Mas nem só de hospitais e médicos vive o turismo de saúde. É cada vez maior o número de pessoas atentas à importância da prevenção de doenças e também da promoção de saúde, o que inclui diversas atividades que cuidem da saúde física, mental e até espiritual. 

Natureza, atividades físicas e zen fazem parte

Uma pessoa que viaja para fugir do estresse, pode estar fazendo turismo de saúde. Também estão na lista: locais que estimulam a prática de exercícios físicos, centros de meditação e yoga, restaurantes famosos por oferecer comidas orgânicas ou saudáveis, destinos isolados com estilo mais rústico ou apelo místico etc.

 

Praticamente qualquer lugar que ofereça experiências voltadas para o bem-estar pode constar no roteiro desses turistas. Um spa, um hotel-fazenda ou uma pousada numa praia tranquila são apenas alguns exemplos.

 

O turismo de natureza tem tudo a ver com o tema e, inclusive, é outro que está em alta e pode estar relacionado com o de saúde. Quem não se sente mais relaxado após alguns dias de contato com muito verde, água e ar puro? Tudo isso também faz bem para a saúde.

 

Destinos que oferecem terapias holísticas e/ou espirituais também entram nesses roteiros. Locais especializados em beleza e tratamentos estéticos são outros que estão na mira desses viajantes, já que esses cuidados também são, frequentemente, associados à saúde.

 

Quanto maior a diversidade de atividades oferecidas, maior a probabilidade de esse local atrair diferentes perfis de turistas. No entanto, muitas pessoas preferem viajar para destinos que sejam especializados naquele nicho que procuram. Tudo depende do perfil do local e do turista.

Pandemia aumentou procura

De acordo com análises de especialistas do setor, o confinamento imposto pela pandemia aumentou não só a vontade de viajar, como também a preocupação das pessoas com a saúde. 

 

Isso inclui a segurança dos locais procurados, como mais distanciamento, medidas de higiene e exigência de comprovantes de vacinação, mas também privilegia os destinos que oferecem atividades voltadas diretamente para a promoção da saúde.


Segundo o Ministério do Turismo, não só os brasileiros, como também muitos turistas estrangeiros, viajam pelo território nacional com foco nesse tipo de programa. E esse é um nicho em crescimento no mundo todo.

 

Os dados oficiais mostram também que essas pessoas são as que mais demoram e gastam no país. A média, entre os estrangeiros, é de pelo menos 20 dias e gastos de cerca de R$ 600. 

 

De olho nesse nicho, vários locais que não dispunham de atividades específicas para esse perfil de turista estão começando a fazer isso. Os hotéis também estão implementando serviços especializados para garantir mais conforto e saúde para quem os visita.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.