Teste Wartegg: o que é como funciona

Exame analisa diversos traços da personalidade e é usado em processos seletivos

Existem diversos tipos de testes psicológicos utilizados durante processos seletivos em empresas de todo o país. Um dos testes utilizados é o teste Wartegg, que é bastante usado para testar valores específicos com relação a traços da personalidade humana.

O RH das empresas é o responsável pelos processos seletivos e utiliza este teste para reduzir turnover, melhorar a assertividade na escolha dos candidatos na hora do recrutamento. O teste de Watergg é usado para testar a autoestima, metas, ambições, energia vital, criatividade, sociabilidade, empatia e outros.

O que é o Teste de Wartegg?

O Teste Watergg é uma técnica de investigação de personalidade. O teste foi criado pelo psicólogo alemão Erik Watergg em 1940, sendo aperfeiçoado por Biedma e Alfonso em 1960. O teste é bastante simples, podendo ser aplicado em 15 ou 20 minutos, podendo ser facilmente interpretado por um profissional mais experiente.

Como funciona o Teste de Wartegg?

O teste contém 8 quadros de 4×4 cm. Nos oito quadrantes, a pessoa testada precisa completar os desenhos com um lápis. O recrutador deve enfatizar que não há regra na maneira de completar os desenhos. A intenção é mostrar para o candidato que não é importante saber desenhar para fazer o teste de Wartegg.

Depois de finalizados os desenhos, o recrutador pede para que o candidato enumere os quadros, de forma a criar uma ordem consecutiva. No fim, é solicitado que a pessoa dê um título para o seu desenho, de acordo com o número do quadro do respectivo desenho.

Geralmente, o teste leva entre 25 e 35 minutos, o que inclui a identificação da pessoa, realização dos desenhos e resposta às perguntas.  A parte mais demorada do teste é a elaboração dos desenhos.

Cada um dos desenhos possui formas simples como linhas, curvas e figuras. Quatro dos quadros tem curvas no interior e outros quatro possuem linhas retas. Os quadros com curvas ajudam no desenvolvimento de paisagens e animais e o restante em figuras mais artificiais.

Esse teste explora todas as características pessoais da personalidade da pessoa, no que se refere a vida pessoal, e principalmente, a características profissionais.

O que mede o Teste de Wartegg?

O teste de Wartegg é dividido em oito quadros e cada um deles investiga uma característica da personalidade. Confira abaixo quais são os traços de personalidade medidos pelo teste:

Autoconceito

Nessa parte, o teste avalia a consciência da pessoa sobre si mesma. Então, aqui é possível identificar se a pessoa tem uma visão positiva ou negativa sobre si, mostrando por exemplo, se ela é confiante para resolver problemas ou se não possui grande imaturidade.

Afetividade

Aqui é medido o grau de sensibilidade e empatia que a pessoa tem em relação aos demais, sendo fator importante para o trabalho em equipe.

Ambições

Nesse campo, é avaliado a capacidade da pessoa em se auto realizar e cumprir metas e objetivos.

Conteúdos inconscientes

Nessa parte, o teste avalia como a pessoa se comporta em meio a pressões e ansiedades inconscientes. Sendo assim, é possível notar as atitudes que a pessoa toma em meio a conflitos internos e externos.

Energia Vital

Nessa parte, o teste avalia a capacidade da pessoa em gerenciar os seus impulsos. Essa é a melhor forma de entender como as pessoas reagem a situações adversas.

Raciocínio

Nesse campo, é avaliado a capacidade intelectual, de síntese e análise, além de entender se a pessoa tende mais para o subjetivo ou para o objetivo.

Atitude interpessoal

Nessa parte, é avaliado a capacidade da pessoa de se relacionar com colegas de trabalho. Dessa forma, esse quadro avalia a sensibilidade, comportamento afetivo e todos os fatores que estão relacionados ao trabalho em equipe.

Capacidade de cumprir regras

Nessa última etapa do teste, são avaliados o grau de compromisso das pessoas em relação ao cumprimento das normas da empresa.

Como interpretar o Teste de Wartegg?

O Teste de Wartegg busca avaliar traços da personalidade humana como o gerenciamento de emoções, relacionamentos interpessoais, ambições, valores, entre outros. Um dos aspectos considerados é o grau em que a pessoa integra a linha ou curva pré-estabelecida com o desenho desenvolvido.

Wartegg considerava que a estrutura de cada um dos quadros era um ponto de encontro com problemas que precisam ser resolvidos, lidando com as propriedades físicas e características como leveza, peso, rigidez, ordem, centralidade e outros.

Para Biedma e Alfonso, Wartegg usou critérios subjetivos e objetivos em seu livro sobre o assunto para identificar as impressões possíveis de serem interpretadas nos desenhos. Segundo ele, o teste avalia os fatores de acordo com as atitudes condicionadas pela evolução ou personalidade da pessoa.

Esse teste pode e deve ser usado pelo RH das empresas, com o intuito de facilitar as dinâmicas para avaliar soft skills dos candidatos a uma vaga. Essa pode ser uma boa alternativa para simplificar a escolha de candidatos com o perfil mais fiel à vaga concorrida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *