Saiba qual é o motivo de maior preocupação dos brasileiros!

Saiba qual é o motivo de maior preocupação dos brasileiros!

Equilibrar contas, olhar as notícias diárias, pensar no futuro e refletir sobre investimentos como previdência empresarial, manter a saúde física e mental em dia e tantos outros tópicos são grandes motivos de preocupação dos brasileiros.

A pandemia do coronavírus, a economia em crise e a insegurança no Brasil e no mundo faz com que as pessoas fiquem cada vez mais preocupadas e, além de suas questões internas, diversos são os motivos de estresse e frustração.

Pensando nisso, você sabe qual o maior motivo de preocupação dos brasileiros? Saiba mais agora mesmo!

Estresse financeiro: o grande vilão dos brasileiros

Segundo a pesquisa “Estresse Financeiro dos Brasileiros”, feita pela Onze, a PrevTech de tecnologia focada na saúde financeira dos colaboradores, o dinheiro preocupa mais os brasileiros do que saúde e violência.

Segundo dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua e do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística a taxa média de desemprego no Brasil foi de 14,4% no trimestre móvel de dezembro a fevereiro/2020-2021.

Isso significa que 14,4 milhões de pessoas estão na fila por um trabalho no país, o maior contingente desde 2012, quando começou a série histórica.

Esse aumento tem grande relação com o reflexo da crise econômica que chegou com a pandemia e abalou financeiramente milhões de famílias, já tendo retirado a vida de mais de 439 mil pessoas (até maio/2021).

E mesmo com um cenário extremamente negativo na saúde, o dinheiro está em primeiro lugar como motivo de preocupação dos brasileiros, atingindo pelo menos 71% das pessoas.

Em seguida vem a saúde, com 62% das respostas, família, com 58%, trabalho, com 57% dos respondentes, 39% violência e 33% para política.

Seja para aqueles que estão empregados e claro, para os desempregados, o dinheiro é um grande aspecto negativo e de preocupação para as pessoas e isso afeta sua saúde mental, física, produtividade e diversos aspectos da vida pessoal e profissional.

A preocupação excessiva com o dinheiro leva o indivíduo ao que é chamado de estresse financeiro, um mal que prejudica produtividade, aumenta índices de presenteísmo e absenteísmo, gera conflitos nos relacionamentos e causa grandes problemas de saúde.

 

Como identificar estresse financeiro?

O estresse financeiro pode se tornar mais do que uma simples preocupação e refletir em sintomas físicos e psicológicos, interferindo as pessoas no trabalho, na vida pessoas e social.

É preciso estar atento aos sintomas para que esse problema seja controlado o mais rápido possível antes que fique ainda mais sério. Confira alguns aspectos que devem ser observados:

Perda de sono

Quem vive preocupado com dinheiro pode perder a qualidade do sono ou eventualmente, nem conseguir dormir. Segundo a pesquisa “Estresse Financeiro dos Brasileiros”, 45% perdem o sono pensando nas finanças.

Se as noites têm sido um grande problema em sua vida e, ao invés de descansar sua mente está sempre um grande turbilhão, é preciso rever sua relação com o dinheiro.

Queda na produtividade

Ao pensar nos problemas financeiros a todo momento, as pessoas tendem a se desconcentrar em suas atividades diárias, fazendo com que haja grande perda de produtividade.

De acordo com a mesma pesquisa, 25% dizem que precisam resolver pendências ao longo do dia, 35% perdem o foco no trabalho por conta das preocupações.

Problemas organizacionais e interpessoais

Os funcionários estressados rendem menos em seu trabalho, logo, eles sobrecarregam seus colegas de trabalho. Além de ser um problema que causa estragos individualmente, todos aqueles que estão à volta, sentem o reflexo de tal estresse. Segundo a “Estresse Financeiro dos Brasileiros”, 14% ficam mal-humorados e impacientes com colegas de trabalho.

Além de trabalho, o estresse financeiro afeta a vida pessoal e social. Pessoas estressadas estão mais suscetíveis a irritações, dessa forma, é menor a paciência e maior os motivos de brigas com família e pessoas do convívio.

O estresse financeiro atinge diversas partes da vida e é preciso ter atenção para que ele não seja um grande vilão em seu dia a dia. Como é sua relação com o dinheiro? Entender sobre esse vínculo é fundamental para entender seus motivos de preocupação e tratar com planejamento e cuidado.

É importante iniciar sua educação financeira, organizar as contas e orçamento para que os problemas começam a diminuir e possam ser tomadas atitudes reais e viáveis para essa situação. Aproveite que agora você sabe mais sobre ele e cuide-se!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.