Mundo Animal: o desafio de fazer tomografia em um rinoceronte

Mundo Animal: o desafio de fazer tomografia em um rinoceronte

A tomografia computadorizada é um dos avanços tecnológicos que mais fazem com que médicos possam ver aquilo que se passa com o seu paciente, sem que seja preciso uma ação invasiva.

Nos humanos, esse tipo de exame é muito simples e rápido de ser feito e não precisa de nenhum preparo prévio ou de uma equipe para que se possa dar suporte ao atendimento.

Mas você já parou para se perguntar como os animais de grande porte, como um rinoceronte, fazem exames quando eles são requisitados? Se você possui essa dúvida e quer saber mais a respeito do assunto, então continue lendo.

 

Como exames médicos de imagem são feitos em animais de grande porte?

A área médica por si só, já tem vários desafios. É preciso muito estudo, muita técnica e muitos profissionais eficientes para que a solução desses desafios aconteça.

Quase tudo dentro da tecnologia em medicina acaba sendo voltado para:

  • Solver os problemas,
  • Descobrir,
  • E tratar doenças em humanos.

No entanto, o que muitas pessoas se esquecem é que à medida que a tecnologia na medicina evolui para a gente, ela também evolui para os animais.

Afinal, a medicina veterinária também precisa de bons aparelhos para fazerem o diagnóstico dos seus pacientes. Independente de se tratar de medicina veterinária ou humana, os processos invasivos acabam sendo evitados a qualquer custo.

Isso porque além do trabalho que se tem por conta dos profissionais, os processos invasivos também não são opções saudáveis para o paciente, que precisa de um tempo para se recuperar do que foi feito.

Sendo assim, há maneiras mais rápidas e fáceis de se descobrir uma patologia. Graças aos avanços obtidos no meio radiológico, exames de ultrassonografia e tomografia computadorizada fizeram que os médicos pudessem observar o que se passava no interior dos pacientes.

Assim, as procuras ocorrem de modo mais rápido, preciso e otimizado. Porém a medicina veterinária encontra alguns desafios quanto a isso.

Tomografia computadorizada em um animal de grande porte

Os animais de grande porte precisam de toda uma logística para que possam passar por um exame desses.  Portanto, todos os desafios que não se tem com os humanos, encontra-se em relação aos animais.

Por exemplo, um rinoceronte adulto, há pouco tempo, teve que fazer um exame de tomografia computadorizada na África do Sul.

O rinoceronte branco chamado OZ, que pesa uma tonelada, foi diagnosticado com um abscesso na raiz do dente depois dele ter passado por um procedimento na Universidade de Pretória.

Depois disso tudo, removeu-se o dente do animal e o rinoceronte já pode comer e beber normal. No entanto, realizar o exame não foi nada fácil.

O animal de uma tonelada teve que ser levado sedado, por uma equipe médica de mais de 10 pessoas em uma maca até o local onde ficava o equipamento.

As patas do animal precisaram ficar amarradas para que o peso não fizesse o animal virar na hora que o equipamento estivesse ligado.

A todo momento uma equipe de profissionais ficava ao lado, ajudando e posicionando o animal para que pudesse facilitar o exame.

Depois de muito tempo e toda uma aparelhagem ligada ao animal, Oz concedeu as imagens que os profissionais precisavam e pode voltar ao santuário onde vive desde 2015.

O que o exame de imagem faz?

Se você está se perguntando o motivo do rinoceronte ter passado por um exame de imagem, saiba que o objetivo desses equipamentos é poder diferenciar os tecidos patológicos dos tecidos normais.

Assim, pode-se classificar vários tipos de doenças. O exame de imagem surge com o propósito de facilitar na hora de ter o diagnóstico de uma doença, pois eles são mais precisos.

A ressonância magnética começou a ser muito usada na década de 50 e 60 por ser uma técnica não invasiva e mais precisa na hora de avaliar uma situação de patologia.

O equipamento é eficaz por conta de seu campo magnético que interage direto no átomo de hidrogênio do corpo. Assim, a diferença dos tecidos acaba sendo exposta de modo mais fácil.

 

Quais são as principais técnicas de diagnóstico por imagem?

Dentro da medicina veterinária em especial, as técnicas mais usadas pelos profissionais são a:

  • Radiografia,
  • Ultrassonografia,
  • Tomografia,
  • E ressonância magnética.

A radiografia é usada mais para que se possa ver a:

  • Evolução de fraturas,
  • Fazer um plano cirúrgico,
  • Checar o pós-operatório ortopédico,
  • Afecções na coluna,
  • E observar estruturas ósseas e articulares.

Já a ultrassonografia, pode verificar a:

  • Gestação do animal,
  • Aumento de volume abdominal,
  • Problemas cardíacos,
  • Suspeita de obstrução,
  • Avaliação ocular,
  • Dentre outros fatores.

Por se tratar de um exame rápido e com resultado imediato, dentro da rotina do veterinário, esse é um dos procedimentos favoritos de se usar.

A tomografia também é usada, mas principalmente em animais de pequeno porte, por ser mais fácil. Quando há a necessidade de tomografia em animais de grande porte, acaba-se tendo que ter uma ótima logística para que o exame aconteça.

A RM é algo recente, mas que tem sido vital para que se possa ter um diagnóstico concreto e seguro. Muito usada para observar problemas neurológicos e mudanças no sistema nervoso central e periférico.

Por meio dela se torna possível ver com uma certa clareza as mudanças físicas e químicas dos tecidos dos animais.

Portanto, saber dos materiais usados e como eles podem ajudar os pacientes da área veterinária é vital para que se possa resolver questões como as do rinoceronte Oz.

Se não fosse por meio dos aparelhos e das técnicas envolvidas, muito provável que o animal sofresse com dores sem que se pudesse ter um diagnóstico preciso da raiz do problema.

 

Conclusão

Por fim, vimos como a tecnologia pode ajudar também a área veterinária e como ela é importante. Animais de grande porte possuem uma certa dificuldade comparada com os de pequeno porte.

Manusear uma tonelada não é fácil. Porém, com o apoio e aptidão médica, é possível fazer com que isso aconteça. É bastante curioso como os aparelhos médicos funcionam bem também para os animais.

Nos conte aqui se você sabia que era possível fazer exames como esse em rinocerontes e compartilhe este texto com mais pessoas.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.