Dieta Proteica: Prós e contras e como fazer a dieta

Dieta Proteica: Prós e contras e como fazer a dieta

Você come muita proteína ou segue uma dieta proteíca? Agora você vai saber os Prós e contras da dieta protéica.

Se você não estiver confortável com o seu corpo, e quer perder alguns quilinhos a mais, é hora de descobrir e experimentar a dieta protéica. Como o próprio nome sugere, é uma dieta que é feita com a ajuda de proteínas e, graças aos seus excelentes resultados é conhecida como o melhor tratamento para perda de peso.

Mas nem tudo é bom e traz benefícios, também existem contra-indicações, observe e analise esta informação.

dieta proteica

E então, o que é a dieta protéica?

Sua função é mantê-lo forte e saudável.

dieta rica em proteínas é para as pessoas que sofrem de obesidade, doenças cardíacas e outras doenças comuns, porque a maioria dos nutrientes desta dieta protegem o corpo.

No geral, a dieta protéica não busca uma drástica perda de peso, a sua função é atingir um nível de compostura para manter-se firme e saudável, evitando assim perda de força muscular, para que assim, possa proporcionar a perda de peso.

Lembre-se que é essencial se manter 100% ativo, de modo ater em mente que você não deve eliminar radicalmente as gorduras, acredite ou não, estas ao se acumularem no nosso organismo é que nos dão energia e vitalidade. Além disso, é recomendado utilizar água alcalina na sua alimentação, nesse caso, recomendamos os produtos da empresa nipponflex.

Prós e contras que você deve saber antes de começar a dieta protéica

Prós:

  • Não reduz o aumento da massa muscular.
  • Isso faz você perder peso muito rapidamente (2 a 3 quilos por semana).
  • Subtrai a sua tristeza, fraqueza e fome.
  • Baixa o colesterol.
  • É confiável, mas deve ser feita com supervisão médica.
  • Reduz a pressão arterial.

 

Estes são os benefícios que vêm para você, agora vejamos os danos que elas trazem para a sua saúde.

Contras:

  • Produz câimbras musculares.
  • Pode haver queda de cabelo.
  • Causa constipação.
  • Halitose.
  • Distúrbios do equilíbrio.

É melhor fazer o acompanhamento com um especialista, que pode auxiliar no controle, e permitir que a dieta seja eficaz e saudável para você. Se você tem menos de 18 anos de idade, sofre da doença de Addison , neoplásicas , hiperuricemia, doenças do fígado, do coração ou doença renal, você não pode usar este tratamento, uma vez que é totalmente contra-indicado para estas condições.

Como aplicar e distribuir as proteínas nos alimentos

Depois de saber os efeitos que a dieta protéica pode ter sobre você, é hora de aprender a gerir a sua dieta, com este novo tratamento.

  • 25% do seu prato deve ser de proteínas, para dar-lhe energia, devemos dividi-las em todas as refeições, pois metade da sua comida deve ser proteínas.
  • Você deve comer proteína ao longo do dia, quando você está em repouso, ou em seu tempo livre, assim que você vai manter seus músculos fortes.
  • Nunca ignore o café da manhã, consumir proteína dentro da primeira hora do dia, é ideal para reduzir a gordura, pois o corpo está em jejum.
  • Coma carboidratos e micronutrientes moderadamente.
  • Para concluir nos seus três pratos do dia a distribuição deve ser: 25-35% de proteína, 35% de carboidratos e 30 % de gordura.

Sempre faça com a supervisão de um profissional da saúde

Sempre consulte seu médico. Não se esqueça dos perigos.

Não é interessante perder peso sem ter que parar de comer? Comece a partir de agora a dieta protéica em sua alimentação diária, e não se esqueça dos perigos que você pode se expor por consumi-la.

Comece por consultar o seu médico, em seguida, vá para o mercado e renove a sua geladeira e cozinha, com estes nutrientes adicionais, você verá resultados verdadeiramente surpreendentes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.