Como tornar um cliente fiel a sua marca?

Como tornar um cliente fiel a sua marca?

Não importa o tamanho de sua empresa, a fidelidade do cliente sempre será extremamente importante. Os clientes recorrentes gastam até 67% mais do que os novos clientes. Além disso, é até dez vezes mais caro tentar atrair compradores de ‘primeira viagem’ do que manter os que já fazem negócios com você.

 

Aliás, é quase impossível que um gestor não se pergunte “o que leva um consumidor a ser fiel e defensor de uma marca”, não é mesmo?

 

Se questionar é fundamental para buscar soluções que atendam as necessidades dos clientes a fim de gerar a satisfação e permitir uma experiência positiva para que compre novamente na sua empresa.

 

Portanto, é possível considerar que quando o produto ou o serviço que você oferece é de qualidade, além de outros processos que envolvem a experiência do cliente, a marca pode ter um cliente fiel. Mas não é só isso que faz uma empresa se diferenciar de outras marcas para encantar o público.

 

Então, se está procurando maneiras de criar fidelização, saia de sua caixa de papelão e venha  conferir essas estratégias com a gente!

O que é fidelização de clientes?

 

O conceito mede a disposição de um cliente em continuar se engajando e comprando de sua loja. Construir isso é importante para melhorar o valor e a relação entre vocês, e isso pode compor a maior parte de sua receita mensal.

 

Poderá até ajudar a atrair novos clientes, já que o marketing boca a boca ainda é um dos grandes aliados dos gestores, seja do nicho de material esportivo ou de uma empresa de automação residencial.

Como medir e tornar um cliente fiel

Há muitas maneiras de medir e fidelizar um cliente. Mas isso não é tão simples quanto se imagina. Você precisa saber a intenção por trás das compras repetidas, com que frequência e o quão satisfeitos estão com cada transação.

 

Crie um diálogo aberto com eles, faça promoções para os mesmos e cuide deste processo da melhor maneira. Isso criará uma espécie de “amizade” e tirará aquela barreira quase intransponível que separa esses dois universos.

 

Não se esqueça de usar as redes sociais para trazer números e outros conteúdos que despertam o interesse das pessoas no seu e-commerce.

 

Níveis de satisfação do cliente

 

Quando se trata de satisfação do cliente, existem cinco níveis de medição:

 

  • Insatisfeito: O cliente sentiu que suas necessidades não foram atendidas. Por isso, é como se essa relação está respirando com a ajuda de oxigênio medicinal;
  • Ligeiramente satisfeito: O cliente sentiu que algumas necessidades foram atendidas, mas a maioria não;
  • Satisfeito: O cliente obteve o que esperava;
  • Muito satisfeito: O cliente obteve o que esperava e teve mais algumas surpresas agradáveis;
  • Extremamente satisfeito: Todas as expectativas foram completamente superadas para o cliente.

 

A medição dos níveis pode vir de avaliações na página, em pesquisas e até entrevistas. Elas tendem a ser baseadas em classificações e permitem que você peça respostas mais diretas. Já as entrevistas darão um feedback ainda mais aprofundado sobre seu serviço ou produto.

 

Todas são ótimas maneiras de conhecer os níveis de satisfação e você pode seguir caminhos diferentes, dependendo do que esteja procurando.

 

Pode querer começar de forma simples, como o envio de um e-mail pedindo uma classificação/revisão depois de uma compra. Em seguida, faça o acompanhamento mais aprofundado e saberá se esse feedback foi positivo ou negativo.

Taxa de rotatividade

A porcentagem de clientes que cancelaram ou não renovam suas assinaturas é sua taxa de rotatividade. Essa métrica é importante para empresas que têm clientes pagando de maneira regular.

 

Independentemente da sua receita mensal, se sua taxa de cancelamento for alta, terá grandes dores de cabeça e precisará repensar suas estratégias.

 

Esperamos ter ajudado com essa postagem, caso tenha gostado, comente e compartilhe em suas redes sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.