Como conseguir um advogado de familia gratuitamente

Todo cidadão brasileiro desfruta do direito de uma assistência jurídica para que possa ser, adequadamente, instruído a respeito de ações e medidas necessárias a serem tomadas, diante um caso adverso, com fundamento das leis, das regras e das normas vigentes na região a qual vive.

É evidente a importância de um advogado, o qual conhece toda a legislação de um local, em vista de que tenha estudado o Direito, que é uma ciência responsável por estudar as leis. Portanto, esse profissional deve ser bem reconhecido, pois tem uma série de regras e normas as quais nós, leigos, não entendemos. É imposto anos de estudos para se conseguir todo o conhecimento preciso no que diz respeito a assuntos que envolvem o caráter da legalidade.

Você pode achar diversos escritórios de advocacia em BH, com qualidade, que disponibilizem advogados bem aptos e bem competentes para auxiliar na regulamentação ou na resolução de seus problemas, com preços que caibam no seu bolso.

Se você necessita tratar com assuntos como pensão alimentícia, guarda dos filhos, divórcio, separação de bens, inventários, heranças, testamentos, entre outros, você necessitará de um ótimo profissional especializado em assuntos familiares.

Um advogado de família, além de necessitar entender assuntos que envolvem as leis, deve ter a delicadeza em solucionar os casos, levando em conta que, muitas vezes, os sentimentos e emoções dos indivíduos, envolvidos no eixo familiar, estão a flor da pele. E isso não deve afetar nas decisões!

Mas, é absolutamente visível que, nem todos conseguem arcar com as despesas financeiras para contratar um advogado. E para isso tem formas de conseguir a assistência jurídica de forma gratuita.

Você está precisando de um serviço de advocacia sem custo? Prossiga a leitura deste texto para descobrir como obter e quais os requisitos você necessita estar ajustado para pedir esse auxílio sem precisar gastar nada!

COMO POSSO CONSEGUIR UM SERVIÇO DE ADVOGADO GRATUITO?

DEFENSORIA PÚBLICA:

A Defensoria Pública é uma instituição a qual tem o propósito de garantir assistência jurídica integral e de gratuita para aquelas pessoas que não conseguem arcar com os gastos desse serviço, sendo que está prevista na Constituição Federal de 1988, no artigo de número 134.

Para pedir o trabalho de um advogado público, tem que se comprovar a renda familiar líquida de até três salários mínimos mensais, ou seja, de até R$3.000,00.

No ato da ação, serão solicitadas documentações como modo de comprovante de que o indivíduo/família se abrange no caso supracitado.

FACULDADE DE DIREITO:

Um dos jeitos de conseguir assistência jurídica é indo até as universidades de Direito, em vista de que disponibilizam auxilio com questões legais de graça para aquele que necessitam.

Tais serviços são concedidos pelos acadêmicos em formação, que são assistidos por advogados formados e com o OAB. Além de auxiliar com o desenvolvimento dos universitários, pois colocam em prática o que estudam nas aulas, há a atitude de solidariedade em auxiliar a população que não tem condições de pagar pelo serviço.

Se você está precisando desse serviço, busque por uma Faculdade de Direito e confira se eles possuem esse tipo de serviço de graça. Você conhecerá tudo o que for preciso para alcance desse auxílio.

Casos normais em que são trabalhados, geralmente, pelos estudantes: pensão alimentícia, visitas de filhos, divórcio, cobranças indevidas, problemas com cartões, entre outros.

JUIZADO ESPECIAL CÍVEL (JEC):

Órgão responsável pelo julgamento, pela conciliação, e pela execução de ações de causas de menor complexidade, em que o valor necessário a ser processado seja de até 40 salários mínimos, ou seja, o correspondente a R$41.000,00.

Exemplos de ações em que o JEC trabalha geralmente: ações de despejo, cobranças de condomínio, ressarcimento por danos causados em acidentes de veículos, entre outras.

Em algumas situações, a pessoa não precisa de um advogado como representante, as vezes, é preciso somente de um acompanhamento jurídico para alterar determinado relato em um Termo (que será encaminhado a um juiz).

Busque o JEC para saber mais informações!

CONCLUSÃO

Tem diversas formas de ter um auxílio jurídico de graça. Basta você buscar aquele que melhor irá atender as suas necessidades!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *