5 dicas de segurança para retomada de eventos

O novo coronavírus transformou completamente as nossas vidas. Apesar de ainda não vermos o fim da pandemia, já podemos ver uma volta dos eventos.

Felizmente, o retorno de eventos presenciais já começa a surgir, mesmo que de forma clara. Como tudo é muito novo, estamos em frequente aprendizado sobre como proceder nesse momento. É hora de testar, analisar os resultados e aprender com a prática para tomar todas as medidas de segurança.

Para te auxiliar nessa etapa de retomada pós covid, preparamos esse post com algumas instruções que temos visto sendo utilizadas com responsabilidade.

Veja as mais apropriadas para seu evento e a realidade da sua cidade, e inicie já a sua estratégia.

Prepare-se para a retomada dos eventos

O foco dessas dicas é a redução de danos. Ou seja, planejar suas produções de modo a garantir o máximo de segurança possível para os convidados e os trabalhadores do evento.

Por isso, é necessário acompanhar as medidas e protocolos de segurança determinados pela sua cidade que têm de ser aplicado. A Sympla organizou uma planilha com os protocolos específicos por região que pode auxiliar muito a organizar qualquer atitude.

Além de pensar nesses protocolos, vale a pena observar com cuidado para o seu evento e seu público. Não há uma receita de torta que pode ser aplicada a todos os contextos. Por isso, utilize diferentes equipamentos e alternativas que podem ser adequadas na sua produção.

Outro ponto essencial, que já falamos um pouco quando iniciamos esse post, é a importância da comunicação e do treinamento. Tanto seu público, tanto sua equipe, deve estarpreparado para viver uma experiência coletiva presencialmente, depois de tanto tempo em isolamento. Precisamos reaprender a conviver!

A seguir, compartilhamos cinco dicas que orientamos que sejam aplicadas na sua produção, em diferentes fases. Veja!

5 dicas de segurança para retomar seu evento presencial

1. Prepare a área de chegada

A chegada dos convidados de um evento tem uma função fundamental no sucesso de uma produção…Mas de um jeito diferente.

É fundamental evitar aglomerações na entrada. Por essa razão, tenha planos para verificar os ingressos ou pulseiras de identificação com rapidez. Evite, ainda, que seja realizada a venda de ingressos presencial, mantendo esse método 100% online sempre que necessário.

Caso seja possível, tenha mais de um lugar de entrada. Nessas áreas, ofereça álcool em gel, uma equipe fazendo medição de temperatura com termômetro infravermelho e tapetes com desinfetantes para os calçados.

2. Crie um limite de capacidade de público

As orientações por região definem qual a quantidade de pessoas permitida por espaço em um evento. Por esse motivo, considere essas orientações ao definir o limite do seu público. Para determinar esse número, tenha em consciência ainda o tipo de evento que vai ser feito. Aqui, não é não. Se o seu limite de público for alcançado, seja responsável e anuncie a lotação máxima.

#Dica: Já planejou fazer um evento híbrido? Assim, é possível disponibilizar experiências presenciais unidas com uma programação online. Essa é uma boa saída para reduzir o número de pessoas em um mesmo local, sem perder o alcance previsto. Vale a pena verificar um pouco mais sobre o que são eventos híbridos, quais os benefícios e alguns exemplos de êxito desse estilo.

3. Delimite espaços para garantir o distanciamento

O distanciamento entre pessoas é fundamental para impedir possíveis transmissões. No caso de eventos em lugares abertos, demarque áreas para pequenos grupos com sinalizações no chão. Em palestras e conferências, isole cadeiras alternadas que não devem ser utilizadas. Aponte, aponte e aponte. Pense sempre que seu público não é obrigado a saber das regras. Você tem que deixá-las nítidas.

4. Tenha uma equipe médica preparada na retomada de eventos

Mesmo que os sintomas do novo corona vírus não necessitem de atendimentos de emergência, tenha profissionais da área da saúde no espaço. Esses profissionais podem auxiliar com a medição de temperatura e com a avaliação de pessoas com possíveis sintomas.

Possua também uma estratégia de ação que determine como comportar-se caso seja preciso isolar e levar participantes ou membros do staff. Analise nesse planejamento ações organizadas a serem feitas para desocupar o espaço em casos extremos.

5. Uso obrigatório de máscaras na retomada de eventos

Por último, deixe bem claro que é obrigatório o uso de máscara no decorrer do evento (menos em mesas onde as pessoas estão bebendo ou se alimentando). Lembre-se de impor essa regra também ao staff e equipe de produção, é fundamental dar o exemplo e não dar abertura para reclamações sobre os cuidados.

Pode aparentar ser um simples passo, mas é fundamental para diferenciar um evento seguro de um com grande ameaça de contaminação.

Aproveitou esse conteúdo? Agora vai considerar todos esses passos para seu evento? Compreendemos que a situação atual é delicada, mas se cada um fizer sua parte, a volta dos eventos será efetiva. É o que todos desejam, não é mesmo?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *