Anjo Querubim, de Petrúcio Amorim, recebe releitura de cantor pernambucano

O lançamento é uma homenagem ao poeta Petrúcio Amorim, uma de suas principais referências

“Meu baião, coração…” Este refrão, que já é um hino em todo Brasil, marca “Anjo Querubim” cuja releitura feita por Amauri Nascimento e sua banda Doctor Vôte está disponível em todas as plataformas digitais.

A escolha da canção foi uma homenagem a Petrúcio Amorim, uma das principais referências musicais nordestinas. “A música foi gravada em 2013, uma das primeiras que gravei na minha vida. Tenho memórias nítidas desse dia: a emoção de conhecer a dinâmica de estúdio, um encanto, um carinho muito especial que pus ao poder gravá-la. Tomei coragem, pedi a autorização ao mestre poeta e estamos lançando essa versão como homenagem a riqueza que a arte dele representa” explica Amauri.

A gravação traz nova roupagem. A música conta com uma pegada de balada romântica e toques de Violoncello. “Foi uma das primeiras músicas a entrar no repertório da Doctor e propus a Athos Thiago, violonista da banda, que nossa versão tivesse essa atmosfera mais intimista” explica o cantor. Além de Amauri Nascimento nos vocais, a canção conta com Athos Thiago, arranjo, violão, baixo, Jonas Nascimento na bateria e Gabriel Conolly no Cello.

anjo querubim Petrúcio Amorim
Foto: Divulgação

Amauri Nascimento – Teve início de sua carreira em 2004 cantando no coro da UFPE. Seu trabalho é baseado na fusão de elementos da música popular pernambucana e características urbanas. Em 2013 fundou a Banda Doctor Vôte, em 2014 o Projeto Fossa que fazia releituras de música deste estilo. Em 2017, lançou sua carreira solo com a música autoral “Miragem Tropical”, produzida por Samico, com participação de Irah Caldeira e Betto do Bandolim, o clipe recebeu o prêmio da música de Pernambuco ACINPE em 2018.

O segundo single “Flor de Maracujá”, também produzido por Samico, lançado em 2018, traz uma imersão maior nos elementos latinos. Com a mesma produção, em 2019, lança “Acalanto”, ciranda que contou com um clipe com participação da saudosa atriz Zoraide Coleto (Aquarius, Bacurau). Em 2020, lançou o frevo de bloco “Clareou Nosso Amanhã” inspirado na poesia homônima de Carmen Lúcia Couto com produção de Fábio Valois (que também produziu outro frevo seu: “Calor” com participação de Luciano Magno).

Faixas disponíveis em todas as plataformas digitais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *