6 vantagens do e-commerce para seu négocio

6 vantagens do e-commerce para seu négocio

O e-commerce é um modelo de vendas pela internet que está crescendo cada vez mais na indústria, gerando receitas significativas e expandindo seus horizontes nos mais diferentes tipos de departamentos.

Também conhecido como comércio eletrônico, esse formato de negócio é feito de maneira totalmente online, ou seja, desde os procedimentos internos até os externos, quando o cliente seleciona o que deseja e coloca no carrinho, até o momento que é feita a entrega.

Podendo ser desde um Envelope até mesmo algum item para pet, o comércio eletrônico abrange os mais diferentes tipos de vendas, o que acabou aumentando a sua popularidade ao longo dos anos.

Para um empreendimento que funciona apenas no formato online, é importante que a divulgação da empresa e dos produtos, bem como a promoção, sejam parte das estratégias de marketing para conquistar o consumidor.

Ou seja, essas ações se mostram cada vez mais importantes em meio ao crescimento do mercado e a necessidade de se destacar entre os negócios para que consiga os consumidores dentro do público-alvo ideal para a empresa.

Tipos de e-commerce

Hoje, existem diversos tipos de e-commerce, que podem abrigar os mais diferentes consumidores. Estamos falando de um mercado muito vasto que não atende somente clientes comuns, podendo também ter um foco no empresarial.

O e-commerce no formato de B2B (Business to Business), como o nome já diz, é quando uma empresa tem o foco em outras empresas, principalmente ao se vender equipamentos como exaustor laboratório, ou então matérias-primas para fabricação dos produtos.

O que acaba exigindo uma maior complexidade para que os processos sejam feitos, por conta de impostos e fretes mais caros que em vendas habituais, podem exigir até mesmo alguma documentação específica.

O formato mais comum do e-commerce é o B2C (Business to Costumer), onde o consumidor é uma pessoa física e é o foco desse tipo de comércio eletrônico, indo de categorias de vestuário e eletrônicos, a medicamentos e alimentação.

Quando um comércio vende em forma de atacado, isso significa que deve ser vendido um produto em grandes quantidades, o que também pode ser feito pelo e-commerce, embora, nestes casos, a logística deva ser trabalhada com maior atenção.

Esse modelo desperta uma concorrência em relação aos estabelecimentos físicos de atacado, que podem ter preços mais baixos e condições de pagamento mais vantajosas para os consumidores.

O varejo do e-commerce também é um dos mais comuns, tendo que também ter um maior controle sobre o estoque por conta da quantidade limitada dos produtos, o oposto do formato de atacado, que acaba tendo um estoque muito maior para lidar com a demanda.

O e-commerce também pode abrigar o que são conhecidos como produtos digitais, sendo esta categoria ligada ao que se pode alugar e comprar virtualmente, como e-books, softwares, jogos e até serviços, como cursos virtuais.

Esse formato abriga vantagens por não ter ligações com estoque físico, além de logística, o que pode aumentar os lucros por não haver preocupações em como lidar com questões como essa, que acabam exigindo um serviço terceirizado.

No entanto, este formato pode demandar a ação de lidar com situações como os conteúdos serem conseguidos na ilegalidade de modo gratuito, e com isso, acaba prejudicando os lucros da empresa.  

Quais são os benefícios do e-commerce?

Antes de abrir um e-commerce que venda PCMSO completo, é importante entender as vantagens que o comércio eletrônico pode proporcionar para a empresa e, desta forma, melhorar não somente seu funcionamento, como sua posição dentro do mercado.

1. Praticidade para criar e publicar um anúncio

Quando se tem uma loja online, é mais prático pois, assim que se criam os anúncios, eles já são postados na internet, o principal lugar para que possa fazer com que uma empresa neste formato cresça.

Além de serem mais fáceis de ter controle, esses anúncios são mais vantajosos financeiramente por não precisarem de materiais para sua circulação, como no caso de panfletos e outdoors.

Os anúncios por meio da internet também possibilitam que a empresa acompanhe quando está ou não funcionando, permitindo que promoções ou anúncios de esgotamento também possam ser feitos de um modo mais rápido para não causar danos negativos.

2. Acompanhamento dos resultados

Com o formato e-commerce, é possível acompanhar melhor os resultados, como acontece com um exame de mamoplastia redutora digital, o que pode contribuir para saber como está sendo o andamento das vendas e assuntos similares.

Desde pontos que podem englobar a taxa de navegação no site, as transações financeiras que não tiveram reembolso, avaliações de entrega e prazos, entre outros pontos que fazem parte de um comércio eletrônico, e que devem ser acompanhados.

Em alguns casos, as próprias plataformas que abrigam o e-commerce podem demonstrar esse tipo de dados, em outras, é vantajoso buscar um software paralelo que possa ser interligado, e assim não perder nenhum resultado que for obtido.

3. Monitoramento de consumidor

Entender o perfil de um consumidor é importante para qualquer empreendimento, inclusive o comércio eletrônico, que deve se valer de meios virtuais e tecnológicos para dar uma maior atenção aos seus clientes.

Para entender o consumidor, algumas análises podem demonstrar pontos como:

  • O que é buscado;
  • Áreas que são mais visitadas;
  • Horários de maior fluxo;
  • Épocas de grandes e baixas vendas.

Esses monitoramentos podem ajudar o e-commerce a entender quem compra, quando compra e como realizam as compras, dando bases para que a empresa crie estratégias e planejamentos para melhorar o atendimento ao cliente.

4. Funcionamento por 24 horas e 7 dias por semana

Uma das principais vantagens de um e-commerce é que a loja não possui um horário de funcionamento para abrir e fechar como o comércio tradicional, e sim, é aberto durante todo o dia e toda a semana.

Esse funcionamento de comércios por 24 horas certamente colabora com um melhor serviço, tal como quem precisar de um laudo PPRA e PCMSO com urgência, e permite que os negócios cresçam com uma maior proporção do que os tradicionais.

5. Redução no custo operacional

Dentre os principais pontos do e-commerce, também podem ser listadas as vantagens que envolvem as operações, especialmente os gastos que são considerados físicos de uma empresa ou um empreendimento tradicional.

Para aqueles que estão fazendo uma transição do comércio de rua para o comércio online, custos como aluguel, água e luz, sistemas de segurança, salário de funcionários e alguns impostos podem obter grandes reduções.

Como algum profissional que realiza ensaio gestante ao transformar seus atendimentos apenas para o online, saindo do ponto físico, também pode acabar encontrando uma redução nos gastos, que podem ser convertidos para investir em outras áreas.

Um dos benefícios que se estende nesse sentido é a possibilidade de começar ainda com um pouco capital para investimento, em comparação a um negócio em ponto físico que necessita de uma quantia significativa.

Mesmo sendo necessário alguns investimentos, a redução em comparação aos outros tradicionais ainda é significativa. 

6. Ausência de limite geográfico

Diferentemente de outros negócios, dos quais um empreendedor se prepara ao comprar um beer truck kit para seu comércio local, que atende a somente a uma determinada localização, o e-commerce pode estender para outras áreas.

O que acaba possibilitando um aumento de conquista dos consumidores, sendo estes de diferentes cidades e até mesmo estados.

Nestes casos, é vital que a estratégia de marketing seja feita com qualidade para que se conquiste esses consumidores em outras regiões, do mesmo modo que possa fidelizá-los.

As questões logísticas nestes casos devem ser analisadas com cuidado para que não acabem gerando impacto negativo nos consumidores que comprarem canetas personalizadas, e desta forma, prejudiquem o negócio com feedbacks negativos.   

Considerações finais

O e-commerce é um tipo de comércio que cresceu nos últimos anos com a internet cada vez mais introduzida no cotidiano das pessoas, o que possibilitou uma transformação do mercado e, com isso, os hábitos de consumo da sociedade.

Podendo ser um meio para que um negócio que não esteja fluindo em pontos físicos consiga fazer a transição para a internet, o comércio eletrônico apresenta vantagens como a redução de custos e um funcionamento por 24 horas, durante toda a semana.

Além de ser prático de criar e fácil de se obter uma análise dos resultados ainda mais eficiente, por conta das ferramentas tecnológicas, o dono de um e-commerce pode encontrar o benefício de se destacar dentre os milhares de negócios no mercado virtual.

Sendo dividido nos mais diferentes tipos, o e-commerce é uma área que promete crescer cada vez mais, não somente pela procura dos empreendedores por um melhor meio de vender, mas pelas condições que apresenta ao principal público: o consumidor.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.