Turismo histórico: 6 igrejas brasileiras que você precisa conhecer

Turismo histórico: 6 igrejas brasileiras que você precisa conhecer

Saiba quais os locais incríveis para explorar em algumas de suas visitas pelos quatro cantos do Brasil

O que não faltam no nosso país são destinos maravilhosos para conhecer. Das lindas praias de águas cristalinas à calmaria da serra e das vinícolas famosas, passando por monumentos arquitetônicos lindos: o Brasil é riquíssimo quando o assunto são as atrações turísticas.

 

Por aqui, os fãs do turismo histórico e cultural têm um prato cheio com as centenas de igrejas brasileiras. Uma rápida visita por algumas delas pode nos ajudar a entender muito sobre religião e com conhecimentos gerais sobre a região.

 

Conheça agora alguns templos espalhados pelo Brasil e que você não pode deixar de visitar na sua próxima viagem.

Igreja São Francisco de Assis (Belo Horizonte – MG)

Essa igreja é um cartão postal da capital mineira que com certeza você já deve ter visto nas fotos representando a cidade. Também conhecida como Igreja da Pampulha, o local é um verdadeiro museu. 

 

Foi construída por Niemeyer e encomendada por Juscelino Kubitschek, então não podemos esperar nada menos que um local muito cultural e artístico. Inclusive, no acervo de lá, os turistas encontram obras de Portinari. 

Catedral da Sé (São Paulo – SP)

Outra capital com um ótimo leque de opções para quem gosta do turismo histórico é a capital paulista. Uma das igrejas mais famosas por lá fica na Sé, no melhor estilo neogótico. Quem se impressiona com o exterior nem imagina que por dentro o templo é ainda mais incrível.

 

Os vários vitrais dão um toque refinado ao local, digno das construções mais luxuosas da Europa. Além disso, a igreja guarda restos mortais de importantes personalidades da história de São Paulo.

Igreja Nossa Senhora de Lourdes (Canela – RS)

Sabe a catedral de pedra, famoso ponto turístico para quem faz o trecho Gramado-Canela? É dela que estamos falando aqui. Quem já viu fotos acha incrível, mas quem já viu de perto se impressiona ainda mais.

 

Também no estilo gótico, ela é parada obrigatória na cidade. Mas é sempre importante incentivar que os turistas não se contentem só com a visão externa. Por dentro, os vitrais são impressionantes e retratam até a Santa Ceia. Então, já dá para imaginar o que te espera.

Igreja Nosso Senhor do Bonfim (Salvador – BA)

A tradição de visitar a Bahia e voltar com a pulseira do Bonfim ultrapassa gerações. Todos que visitam a cidade voltam com uma e amarram outra em algum dos pontos em frente à Igreja do santo de mesmo nome. 

 

Essa construção carrega consigo muita história. Foi fundada em 1754 e é uma das igrejas de estilo colonial mais importantes do Brasil. 

 

Quem visita nas férias de janeiro pode, ainda, participar da famosa lavagem da escadaria do Senhor do Bonfim. A tradição baiana reúne devotos e turistas apaixonados por história e religião.

Igreja Nossa Senhora da Conceição (Manaus – AM)

O norte do Brasil também tem belezas incríveis em seus sete estados. A Igreja da Conceição, por exemplo, foi a primeira da capital amazonense, construída em 1785, mas foi reconstruída anos depois após ter passado por um incêndio.

 

Diferente de muitos outros templos no Brasil, esse é em estilo grego. Mas a história não fica por conta só disso. Seu interior é rico, com obras vindas da Europa após sua reconstrução.

Igreja da Terceira Ordem de São Francisco (Recife – PE)

A conhecida Capela Dourada foi construída na capital pernambucana entre 1696 e 1724. O nome vem do fato de o interior da igreja ser revestido todo em ouro, formando uma verdadeira obra de arte. Ela fica ao lado do convento e constitui o Museu Franciscano de Arte Sacra. 

 

Mas não é só isso. Aos domingos, os turistas podem visitar o local no horário da missa. Nesse dia, o culto é totalmente feito em canto gregoriano.

 

E essas são apenas algumas das igrejas incríveis que temos no país. Já é uma ótima forma de iniciar o turismo histórico no Brasil, não acha? Agora é só escolher por qual começar!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.