Quarentena impulsiona casos de abandono de animais, diz influencer Carolina Botelho

Quarentena impulsiona casos de abandono de animais, diz influencer Carolina Botelho

O isolamento social motivou a compra e a adoção de animais no Brasil como forma de companhia — só em São Paulo, a organização não governamental União Internacional Protetora dos Animais (UIPA), localizada na Zona Norte da capital paulista, registrou crescimento de 400% na procura por cães e gatos. Entretanto, isso gerou um problema: o abandono. Levantamento da associação que ajuda abrigos de animais no Brasil Ampara Animal revelou que só em 2020 aumentou em 70% o número de resgates de cães e gatos abandonados nas ruas. Muitos com sinais de maus tratos. O fenômeno é bastante observado com o aumento das flexibilizações da quarentena. Situação que causa indignação e preocupação em Carolina Botelho, dona da página Os Paulistinhas, dupla de pet influencers que faz sucesso no Instagram. “Tem pessoas que confundem animais com coisas, isso é um grande problema, soubemos de muitas devoluções e abandonos, o que significa que o animal só serviu durante aquele período da quarentena. Uma vez que você adota ou compra é algo para a vida inteira, ele é uma responsabilidade”, afirma a tutora do Dingo e da Cacau. Na página ela aborda o amor pelos animais e a importância da tutoria responsável.

Carolina orienta sempre sobre a responsabilidade envolvida ao se ter um pet. “É um ser vivo, com um coração que bate, ele precisa de cuidados e de muita atenção”, destaca. Ela afirma que não basta incentivar as pessoas a adotarem os bichanos, é preciso haver educação por parte da população sobre o que envolve ter um animal de estimação. O primeiro passo é pesquisar qual o animal que pode se adaptar ao seu estilo de vida. “No caso dos cães há aqueles mais agitados e outros mais calmos, você precisa saber se poderá dar atenção ou não, pois eles não gostam de ficar sozinhos, precisam de contato com humanos ou outros cachorros, é necessário encontrar o pet que tenha seu perfil”, explica. Questões financeiras devem ser levadas em consideração, bem como o próprio perfil da pessoa, visto que qualquer animal exigirá cuidados e, muitas vezes, paciência. Animais também sofrem de depressão, portanto maus tratos, que incluem o abandono, podem deixar sequelas. “Se você tem dúvidas sobre suas condições de cuidar de um animal, é melhor não adquirir nenhum, pois é uma responsabilidade para o resto da vida dele”, alerta a influencer.

 

 

Facebook https://www.facebook.com/ospaulistinhas

Instagram @ospaulistinhas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.