Porteiro e Zelador quais são as suas funções no condomínio

Porteiro e Zelador quais são as suas funções no condomínio

Quando se trata de porteiro e zelador, uma das primeiras coisas que nos vem à cabeça é a segurança e manutenção. Morar em um prédio com portaria presencial faz a diferença quando um morador rescinde o contrato.

Para muitas pessoas, esse é um critério básico, seja porque outros tipos de serviços de Porteiro e Zelador têm uma experiência ruim, ou porque não querem correr riscos.

Além de apartamentos residenciais, prédios comerciais e sedes corporativas também podem contar com porteiros para exercer suas funções.

Geralmente, há confusão sobre os papéis do Porteiro e Zelador em um apartamento. Isso geralmente ocorre porque suas afiliações se complementam e precisam colaborar umas com as outras. Mas há diferenças significativas entre suas funções de trabalho e uma das funções que o zelador faz manutenção de elevadores sp básicas.

Porteiro e Zelador: Qual a importância do porteiro?

A importância do trabalho de um porteiro está relacionada ao seu papel na proteção do local onde trabalha, seguindo todos os protocolos exigidos pela edificação.

Para tanto, é importante que os síndicos tenham confiança na equipe de portaria e nos condôminos que diariamente interagem com o porteiro.

Contar com profissionais treinados e qualificados para identificar eventuais situações de risco e tomar providências para evitar eventuais problemas garante a tranquilidade de toda a edificação.

Portanto, ao procurar uma empresa de terceirização de portaria, o administrador deve realizar pesquisas com vários fornecedores e buscar referências de outros administradores profissionais para a qualidade do serviço.

Qual a função de um porteiro em um condomínio?

A função de um porteiro de apartamento é controlar o acesso de pessoas dentro das dependências do prédio pela entrada principal ou garagem.

Além de notificar os prestadores de serviço da entrada por meio de portaria, também faz parte das atribuições do porteiro o recebimento de entregas e correspondências dos inquilinos.

Um porteiro está de plantão e um serviço de portaria 24 horas garante a segurança do apartamento.

As características de ser um bom porteiro são detalhes importantes que os profissionais fazem bem nessa função.

Mesmo que você tenha ideias para o cargo, é importante seguir as dicas abaixo para encontrar o perfil de porteiro ideal para o seu apartamento.

  • Invista em uma imagem pessoal e profissional: uma apresentação amigável é a diferença entre exercer a função de porteiro. Por exemplo, as empresas de terceirização de Porteiro e Zelador desenvolveram padrões como padrões uniformes. Detalhes adicionais sobre a aparência podem ser negociados para ajustar o estilo pessoal e profissional.
  • Seja bom na comunicação: é importante saber conversar e pedir informações básicas para saber quem está entrando no apartamento. Por meio de uma comunicação cuidadosa, o porteiro pode bloquear qualquer tentativa maliciosa de entrar no prédio.

Função do zelador dentro do condomínio?

Por outro lado Porteiro e Zelador, segundo a CBO, os zeladores “monitoram a segurança de pessoas e bens em prédios de apartamentos, prédios comerciais, igrejas e outros locais. Participam e controlam a circulação de pessoas e veículos nos estacionamentos, recebem itens, mercadorias, materiais, equipamentos, dirigir elevadores, fazer pequenos reparos. ”

Desta forma, o cuidador é um profissional, inferior ao senhorio, responsável pela manutenção do apartamento. Para isso, ele deve conhecer a circulação de pessoas e o estado de uso, manutenção e preservação dos equipamentos em qualquer instalação corporativa. Algumas coisas que os Zelador devem estar cientes:

  • Fiscalização de corredores, pátios, áreas e instalações prediais;
  • Inspeções regulares das instalações do edifício;
  • Inspecionar elevadores, equipamentos elétricos, hidráulicos e outros quanto a necessidades de limpeza, reparos, condições de operação;
  • Cuidar da higiene das instalações e instalações e fiscalizar a limpeza;
  • Assegurar o cumprimento dos regulamentos internos e a correta utilização das instalações;
  • Manutenção e reparação simples dos equipamentos desde que tenha conhecimentos básicos e seja uma pessoa pequena;
  • Realizar serviços gerais de manutenção, como substituição de fusíveis de lâmpadas;
  • Realizar pequenos reparos e solicitar atendimento técnico de profissionais qualificados;
  • Comunicar todas as violações ao administrador ou administrador do condomínio;
  • Assegurar a tranquilidade e a disciplina, mediando em caso de ruído fora do horário permitido;
  • Relatar incidentes ao administrador;
  • Atribuir, coordenar e supervisionar tarefas entre os colaboradores;

Substituir o porteiro em ocasiões específicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.