Entenda como fazer chamada para ação em texto

Entenda como fazer chamada para ação em texto

Com frases mais chamativas

O marketing digital ganha cada vez mais espaço para a divulgação de marcas, produtos e serviços. A criatividade voltada para chamar o lead para a ação, ou Call To Action, se mostra fundamental nesse momento, devendo ser inteligente para ativar o interesse do cliente em potencial.

Essa estratégia está diretamente relacionada ao marketing digital e, por isso, as CTAs devem ser utilizadas para causar impacto direto ao público-alvo e, assim, fazê-lo tomar atitudes específicas e que podem ser formalizadas em diferentes formatos, entre os quais:

  • Artigos e textos;
  • Banners digitais;
  • E-mail marketing;
  • Imagens estáticas;
  • Podcasts;
  • Redes sociais;
  • Vídeos em formato de anúncio.

Dessa forma, o objetivo principal do CTA é levar o público para a jornada de compras, passando por todo o funil de vendas, do topo ao fundo, até passar por todas as etapas do inbound marketing.

Importância do CTA dentro do marketing digital

As plataformas digitais possuem diferentes formatos e, por consequência, públicos variados que podem estar mais interessados em uma rede social do que outra. Ou então preferir fazer as compras em um marketplace frente a uma loja virtual personalizada.

Isso pode variar inclusive entre empresas de uma mesma área, como, por exemplo, escritórios de arquitetura. Se dois escritórios específicos têm públicos diferentes, como empresas e famílias da alta sociedade, respectivamente, consequentemente suas estratégias irão acontecer em plataformas diferentes.

Em qualquer uma dessas plataformas é imprescindível utilizar o CTA como um recurso que facilita a conversão de leads, pois essa estratégia serve como uma ligação entre os produtos e serviços oferecidos até a forma de aquisição.

Dessa forma, é importante ressaltar que o Call To Action não funciona de forma isolada. O interesse de um lead só é despertado a partir do momento que o marketing de conteúdo funciona.

As ações que se seguem podem partir de ferramentas aplicadas para chamar a atenção dentro da estratégia de CTA, seja para saber mais sobre um produto, ou para direcionar dentro do funil de vendas, acionando a jornada de compra proposta pelo marketing de atração.

O CTA é aplicado para apresentar garantias facilitadoras conforme a decisão do lead. Os próximos passos dependem da criatividade incorporada na chamada para a ação seguinte, a fim de estimular a conversão de leads para cliente.

Contudo, essa ação pode ser aplicada em diferentes materiais, etapas do funil e áreas de atuação, como manutenção industrial ou no ramo têxtil.

Sendo assim, vale destacar que o Call To Action vai acelerar o processo de conversão, tendo em vista que, dentre os objetivos, ele visa apontar soluções conforme a necessidade desses potenciais clientes.

Motivos para aplicação de CTA

As ações específicas apontadas por um CTA estão associadas às metas e objetivos de um empreendimento comercial. Ou seja, é preciso gerar negócios ou ações que se relacionem ao planejamento de maneira eficiente, mostrando que tudo está relacionado às questões propostas pelo próprio lead.

No entanto, outros motivos podem ser aplicados, conforme a necessidade da chamada de ação.

  1. Captação de dados com landing page

O abastecimento de um mailing corporativo pode proporcionar um maior número de leads, que são trabalhados ao longo do tempo dentro das campanhas de marketing.

Conforme o desenvolvimento do planejamento estratégico, o direcionamento proposto por um CTA pode levar diretamente ao preenchimento de uma landing page, ajudando a encurtar o funil de vendas e garantir acesso a dados de pessoas realmente interessadas e a nutrição dessas pessoas de forma mais adequada.

  1. Gerar conversão de lead para cliente

O inbound marketing possui 4 pontos de atração que podem ser distribuídos em:

  • Atrair lead;
  • Converter em cliente;
  • Finalizar a venda;
  • Reter, ou encantar como consequência.

A aplicação de CTA está na geração de conversões em diferentes elementos que podem ser disponibilizados para os leads.

Nesse processo, o marketing de conteúdo também deve estar devidamente alinhado dentro da estratégia proposta, pois é necessário disponibilizar materiais como apresentações de slides, arquivos compartilhados, infográficos, as próprias landing pages e planilhas.

Qualquer que seja a chamada para a ação, é preciso dar algo em troca e, assim, garantir a simpatia junto ao público-alvo e mostrar que há muito mais materiais interessantes que podem ser personalizados e enviados na relação com a marca.

  1. Inscrições de newsletter e redes sociais

A partir do momento que uma pessoa apresenta interesse sobre os produtos e serviços oferecidos por uma empresa, ele passa a ser indicado como um cliente em potencial, ou o lead.

A disponibilidade de um endereço de e-mail demonstra isso muito bem.

A inscrição em uma página da rede social de uma instituição ou organização também pode ser resultado de uma CTA bem aplicada em uma postagem, ou em um anúncio presente em sites e outras plataformas digitais. Inclusive, a interação em posts pode ser estimulada por meio das CTAs.

Onde e quando aplicar a chamada para ação?

Para responder a essa questão, é preciso identificar alguns fatores que são fundamentais para aplicar a estratégia de CTA, indicando o melhor momento e em que local ela deve ser aplicada.

A verdade é que eles podem aparecer de diferentes formas, de maneiras personalizadas, mas com um único intuito: chamar a atenção de quem está visualizando e levar a um próximo passo que seja de total interesse da empresa, e benéfica para a experiência do usuário.

Logo, vale a pena conhecer 4 tipos de Call To Action que podem ser aplicados dentro do planejamento de marketing digital.

  1. Botões para compra ou direcionamento

É fácil encontrar botões em destaque que servem para fazer uma compra dentro de uma loja virtual.

Da mesma forma que outras plataformas que direcionam para uma página direta, conforme o desejo de quem clica e de quem instala esse modelo de CTA em formato chamativo.

Os botões ganham destaque por causa de ações piscantes, e até mesmo a presença de um texto que torna o CTA ainda mais eficiente.

Esse tipo de CTA auxilia os leads a decidirem sobre a tomada de ação de modo mais fácil, pois eles são inclusivos, diretos e não causam dúvida quando se quer, por exemplo, comprar elevadores de cargas, no B2B (Business To Business).

Aliás, é importante destacar que qualquer modelo de negócio pode implantar um botão de CTA, ou qualquer que seja a ação proposta para o lead. Ele está inserido em lojas virtuais, aplicativos personalizados e marketplaces.

  1. Banners com ofertas e promoções

Nos primórdios da internet, em que a formatação de sites não era tão bem cuidada quanto nos dias atuais, muitos banners piscavam incessantemente, tentando chamar a atenção de quem quer que fosse.

Os sites se modernizaram, e ainda contam com banners que oferecem ofertas e promoções para o usuário em geral.

Contudo, se a procura for por uma empresa de  administração de condomínios em são paulo específicas, por exemplo, é possível encontrar anúncios nas plataformas de busca.

Eles saltam aos olhos de uma maneira inserida dentro de todo um contexto. Essa forma de apresentar uma estratégia de CTA não agride o bom senso no quesito de personalização de um site ou uma loja virtual.

Pelo contrário, ele está presente exatamente para evitar que o lead se perca entre tantas informações e serve para ser direcionado para o exato ponto em que é necessário estar.

  1. Links ao longo do marketing de conteúdo

A complementação do CTA dentro do marketing de conteúdo se dá na apresentação de links que podem ser aplicados ao longo de um texto, ou em pop-ups dentro de um site específico, levando a um hotsite dedicado a um produto ou serviço.

Caso alguém que tenha buscado uma renda extra queira aprender como fazer necessaires personalizadas, ela pode encontrar tutoriais em redes sociais dedicadas a pessoas com esse interesse, com links exclusivos para sites que podem oferecer todo o ensinamento apenas clicando no link correto.

A estratégia de chamada de ação não pode poluir o ambiente virtual, pois isso pode acabar confundindo o usuário e reduzir as expectativas e a experiência ao qual o CTA se propõe.

  1. Compartilhamento de material nas redes sociais

O perfil de pessoas nas redes sociais é um campo aberto para as empresas que possuem a simpatia e o acompanhamento dos clientes fidelizados.

Dependendo do modelo de CTA, o cliente pode compartilhar o material na própria rede social, atraindo pessoas interessadas que podem estar fora do mailing, por diferentes motivos.

Uma escola que oferece cursos profissionalizantes durante o verão pode ter a postagem compartilhada em diferentes redes sociais.

Dessa forma, é preciso entender que os formatos e a linguagem devem mudar, e isso é imprescindível para que possa ser especificada em cada plataforma social disponível para internautas e conversar melhor com o público presente em cada mídia.

Frases aplicadas no modo imperativo

O Call To Action é uma estratégia presente há muito tempo no campo da publicidade.

Para reforçar, basta lembrar a cena de um homem apontando diretamente para o espectador quase que intimando para fazer parte do exército americano.

É um Call To Action muito popular, mas que agora ganhou novos formatos com a internet. Assim, do mesmo modo atuam as palavras imperativas que se encontram em diferentes peças publicitárias, como:

  • Assista;
  • Compre;
  • Leia;
  • Ouça.

Sendo assim, é preciso estar atento quando melhor aplicar essas palavras em materiais de uma financiadora de carros, por exemplo, que podem estar inseridas dentro de um contexto proposto em um marketing de conteúdo.

As palavras possuem um poder fenomenal quando devidamente aplicadas, e por isso fazem parte da estratégia de CTA dentro do marketing digital e também no campo tradicional.

Conclusão

Para cada tipo de Call To Action existe uma ferramenta apropriada, ou um momento certo em que ele deve ser utilizado, para garantir a atenção do lead, ou mesmo de clientes já fidelizados

Essa estratégia demanda atenção e raciocínio para garantir que os visitantes de sites sejam realmente chamados para a ação, seja ele assinar uma newsletter ou o aluguel de empilhadeira a fim de indicar uma orientação em relação à marca, o produto ou o serviço disponível.

Isso vai impactar de maneira acertada e deve ser mensurada identificando as métricas relacionadas, principalmente a taxa de conversão.

Seguindo as dicas apresentadas, fica mais fácil estabelecer frases conexas e acessíveis para quem recebe a informação, indicando que a estratégia está no caminho certo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.