Dicas para economizar na crise

Dicas para economizar na crise

Economizar dinheiro é quase um desafio, porém é preciso. Com algumas dicas simples, esse desafio pode ser concluído com sucesso.

Economizar sempre foi um desafio para todos, sem exceção. Porém, agora o desafio é maior ainda. Em momentos de crise e de dificuldades financeiras, é preciso se adequar aos preços altos e aprender a ter uma reserva para emergências.

Com algumas dicas de economia doméstica, saiba que é possível fazer o dinheiro sobreviver até o fim do mês e ainda ter uma quantia guardada para você usar futuramente, afinal, é preciso estar preparado para tudo!

Veja algumas dicas de como economizar:

Faça planos e tenha um diário financeiro

A primeira coisa que é preciso ter em mente é: nunca gaste um valor maior do que você recebe. Então, é preciso saber exatamente o valor da renda bruta e o custo de vida atual. 

Dessa forma, monte um diário financeiro, onde você irá colocar todas suas despesas fixas como aluguel, carro, mensalidade da escola e outros. Nesse diário, você também irá acrescentar outros itens nos quais você gasta dinheiro como lazer, roupas e sapatos.

É preciso estar ciente de tudo o que você gasta, até mesmo as menores compras como padaria. Colocando tudo no papel – ou em planilhas digitais – você irá conseguir observar mais facilmente onde está gastando mais e o que pode cortar.

Faça listas e planeje-se

Todo mundo precisa comer, logo, fazer compras é preciso!

Anote as coisas que você precisa comprar todo mês e tenha em mente a quantidade usada e a validade dos produtos. 

Vá ao mercado em dias de promoções, muitas lojas já disponibilizam nos sites as ofertas e promoções do dia ou da semana, assim você pode se planejar e fazer compras nesses dias.

Para aproveitar ainda mais esse tipo de situação, evite fazer compras mensais. Faça compras semanais, assim você sai do trabalho e já passa naquele supermercado que entrou em promoção aproveitando as promoções daquela semana.

Nunca compre produtos perecíveis em excesso como as frutas, verduras e legumes. Compre o que realmente é consumido, assim você não jogo alimentos fora e também economiza. 

Se acontecer desses alimentos madurarem demais, procure receitas que você possa usar e formas de armazená-los no congelador.

Cuidado com cartão de crédito

O cartão de crédito é uma beleza para comprar aquele lançamento de celular de última geração e super caro, não é mesmo? 

Ter um cartão de crédito para compras emergenciais pode ser uma grande ajuda, mas evite usá-lo para compras rotineiras como supermercado, padaria e açougue.

Ao fazer suas compras, use o dinheiro que possui. Se precisar, separe-o por semana, assim você tem um controle maior do que pode gastar semanalmente. 

Utilize o cartão de crédito somente com itens que sejam muito necessários naquele momento e que você não tem condições de pagar à vista.

Evite fazer parcelas pequenas. Quanto menos parcelas, menos tempo pagando a mesma conta. 

Veja também as vantagens de fazer essas compras à vista, muitas vezes o desconto é muito maior. Nesses casos, guarda um dinheiro para esse fim e comprar o produto no próximo mês.

Planejamento mensal

Ao receber o seu salário, já tenha em mente o valor que vai paga cada conta em específico. Separe o dinheiro de cada item do seu diário financeiro. 

Por exemplo: R$700,00 é para o aluguel e R$500,00 para mercado. Não use dinheiro para outros fins e se possível, já pague todas as contas logo que você recebe para evitar a tentação de gastá-lo.

Se for de ajuda, separe o dinheiro mensal das compras por semana. Por exemplo, se o planejamento é gastar R$500,00 com mercado por mês, divida esse valor pelas 4 semanas do mês, assim você tem R$125,00 para gastar com comida por semana.

É importante que você coloque como gasto fixo a economia. Dessa forma, todo começo de mês você já separa o dinheiro que irá guardar no banco, isso precisa ser prioridade no seu diário.

Evite pensamentos como “se sobrar dinheiro, eu guardo”. Se sobrar dinheiro, você gastará com outras coisas. Por esse motivo, é preciso separar as suas economias logo no começo do mês.

Com um pequeno controle mensal, mudanças de hábito e disciplina, é fácil fazer o seu dinheiro durar até o próximo pagamento, seja em épocas de crise ou não!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.