Os cuidados na hora de contratar um serviço de internet

Os cuidados na hora de contratar um serviço de internet

Estamos em plena era digital, onde praticamente tudo é feito com a ajuda da internet, de forma remota e digital, sendo possível desde obter qualquer informação em questões de segundos, assistir vídeos e filmes, fazer cursos e até faculdades em frente a um computador. 

E para poder aproveitar toda essa tecnologia, é preciso contar com uma boa internet, ou seja, contratar um bom serviço. Primeiramente, é preciso conhecer as opções do mercado para saber qual a que melhor se encaixa com suas necessidades, e seu bolso. 

Se basta contar com uma Internet a cabo, ou seja, não faz questão de rapidez e estabilidade, ou se prefere uma mais moderna, como por fibra óptica, apropriada para quem trabalha remotamente, gosta de jogar, precisa realizar reuniões online, ou costuma assistir filmes e séries.

Ou seja, toda atenção é pouca nessa hora, já que uma escolha errada pode prejudicar, e muito o dia a dia, principalmente, de quem trabalha de forma remota.

Pensando nisso, preparamos uma lista com 7 fatores que devem ser considerados na hora de contratar um serviço de internet. Confira!

1. Considerar as necessidades de consumo 

Para acertar na escolha, comece fazendo uma lista das necessidades de consumo, no caso de ser uma residência, é preciso considerar:

  • O número de pessoas usando a internet;
  • O número de dispositivos conectados;
  • Os tipos de atividades realizadas durante a conexão.

Assim, caso existam muitas pessoas conectadas, usando vários dispositivos e realizando atividades que demandam uma velocidade maior, com muitos downloads e uploads de vídeos no YouTube diariamente, muitos jogos online, filmes e séries (serviços de streaming), o ideal seria optar por uma internet fibra óptica. 

Mas, no caso da pessoa morar sozinha e usar a internet apenas para acessar as redes sociais, enviar e-mails, enfim, realizar atividades que não demandam muitos dados, então, vale apostar em um plano mais simples, com velocidade de 5 a 10 mega.

2. Tipo de conexão

É fundamental avaliar, também, o tipo de conexão contratada, já sabendo que existem muitas opções no mercado, que variam em qualidade de navegação e tipo de infraestrutura para sua instalação. Dentre elas, podemos destacar: ADSL; cabo; via rádio; via satélite; 3G e fibra óptica.

Enquanto algumas são mais indicadas para planos residenciais, como a fibra óptica e cabo, outras são ideais para viagens e veículos em movimento, como a 3G e via satélite.

3. Planos oferecidos

Geralmente, cada tipo de navegação oferece diferentes planos, que podem variar de acordo com alguns critérios: velocidade de navegação, limitação de consumo, fidelidade de contrato, entre outros.

Por isso, vale considerar todas essas variáveis antes de contratar internet para sua residência. Por exemplo, verificar oi fibra disponibilidade de um plano diferenciado para quem mora sozinho ou não usa muito a internet.

Lembrando que um plano que oferece menos upload do que download não é adequado para quem trabalha com gravação e distribuição de conteúdo na internet, por exemplo.

Enfim, é preciso analisar as opções com calma.

4. Infraestrutura do fornecedor

Outro cuidado importante que se deve ter, antes de contratar um serviço, é checar sua infraestrutura. Já sabendo que, quanto mais moderna e com materiais de qualidade, mais chances de, caso aconteça algum imprevisto, a solução seja logo encontrada e sanada, sem falar na segurança de suas informações. Por isso, nunca escolha um serviço pelo valor, mas pela qualidade.

5. Reputação da empresa

Complementando o cuidado acima, vale considerar a reputação do fornecedor, garantindo que ele realmente entregue o que oferece em sua comunicação. Para isso, a dica é procurar entrar em contato com outros clientes da empresa, ou observar nas redes sociais, se existem queixas sobre os serviços oferecidos, o suporte oferecido,  estabilidade da rede, enfim, se recomendam o provedor.

6. Custo-benefício

Por fim, mas nem por isso menos importante, procure avaliar o custo-benefício de suas opções e jamais decida apenas pelo menor preço encontrado. Enfim, selecione aqueles planos que melhor atendam às suas necessidades e que tenham boa reputação no mercado.

Pronto, agora é aproveitar nossas dicas e encontrar o plano que mais se encaixe com suas necessidades!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.