Monday, December 18, 2017
Home > Curiosidades > Cada técnica de clareament tem suas vantagens e veja se é de efeito

Cada técnica de clareament tem suas vantagens e veja se é de efeito

Um guia essencial sobre as vantagens, indicações, riscos e problemas duas técnicas mais utilizadas pelos dentistas para o tratamento efetivo para o clareamento dental, seja ele caseiro ou com luz LED ou LASER aplicado em consultório.

por Luís Gustavo Leite, dentista graduado e especializado em próteses dentárias pela Ufrgs, em Porto Alegre. Serviço dedicado a tratamentos com facetas e lentes de contato dental em porcelana.

 

O que é o clareamento dentário?

O clareamento dental ou dentário, na técnica convencional (à gel) ou a laser (luz), consiste na remoção de manchas e pigmentações que amarelaram ou escureceram o esmalte dentário. É um procedimento simples e seguro, que pode ser realizado repetidas vezes ao longo da vida, mas que tem segredos e truques que fazem toda a diferença na busca por sorrisos mais claros e harmônicos.

 

Quais as principais técnicas e tipos de clareamento dentário?

O clareamento dentário é dividido em duas técnicas, conforme o agente que produz a remoção dos pigmentos. No tipo convencional, o agente é químico (gel). Já na técnica à laser, o agente é uma fonte luminosa de alta intensidade. Além disso, o clareamento dentário por géis e subdividido em dois tipos, de acordo com o local de aplicação do produto: pelo profissional, em consultório, ou caseiro (auxiliado por moldeiras), aplicado pelo paciente em casa ou mesmo no trabalho.

 

Como é realizado o tratamento na técnica tradicional?

O tratamento para clareamento dentário por géis (agentes químicos), ou dito convencional, é de longe o mais utilizado por dentistas. E a técnica é bem simples.O gel clareador pode ser aplicado de duas formas: no consultório pelo dentista – em até três sessões clínicas com intervalo mínimo de 3 dias entre cada sessão -, ou aplicado pelo próprio paciente fora do consultório.

Quando o paciente opta pelo clareamento fora do consultório dentário (clareamento caseiro), as arcadas dentárias são moldadas e sobre os modelos em gesso são confeccionados 2 moldeiras finas, transparentes e confortáveis, que se encaixam precisamente aos dentes. Dentro dessas moldeiras são depositados o gel clareador. A moldeira contendo o gel clareado é, então, encaixado nos dentes, uma a duas vezes vez ao dia, por até duas horas.

 

Já o clareamento profissional é realizado pelo dentista, em seu consultório. O tratamento é mais rápido que o profissional e, em apenas duas horas, o resultado final pode ser próximo ao resultado do clareamento caseiro aplicado por duas semanas.

Clareamento dentário de efeito : indicações.

 

 

E na técnica com fonte luminosa (laser de argônio, de baixa intensidade e LED)?

 

As fontes luminosas de baixa intensidade, como o LED ou LASER, diferente do laser por argônio, são coadjuvantes no tratamento para clareamento dentário, ou seja, apenas auxiliam na velocidade e resultados – os resultados científicos dessas vantagens, entretanto, são conflitantes. A técnica é semelhante ao clareamento com agentes clareadores realizados em consultório, pelo dentista. O gel, inclusive, é o mesmo. Só que as fontes luminosas de baixa intensidade são expostas sobre os dentes enquanto o gel atua.

 

Já o laser de alta intensidade por argônio tem outra forma de atuação, agindo diretamente como agente responsável pela remoção das manchas e pigmentos. Devido ao elecado custo do equipamento, é uma técnica rara, e de uso quase exclusivo em universidades.

 

Meu dentes ficarão brancos?

O clareamento dentário vai deixar os seus dentes mais claros, e não mais brancos. Aliás, a confusão entre os termos clareamento e branqueamento é muito comum. È que o clareamento dentário não altera a cor básica original dos seus dentes, apenas devolve a cor original perdida ao longos dos anos.

Para entender um pouquinho mais sobre a diferença entre clareamento e branqueamento, é preciso saber que existem 4 tons que englobam a maioria das cores dentárias. Os tons brancos e amarelos são os mais comuns, porém tons acinzentados ou que tendem para o marrom também pode ser a cor básica formadoras dos dentes. E é exatamente aqui a confusão se elucida: dentes cujo tom (matiz) é o amarelo não mudam para o tom branco através do clareamento dental. A cor do dente nunca é alterada, porém eles se tornam mais claros e harmônicos.

 

Clareamento dentário caseiro com moldeira flexível : a sensibilidade pode impedir o tratamento caseiro.

Meus dentes ficarão sensíveis após o clareamento?

É provável que algum tipo de sensibilidade apareça durante o tratamento – 70 % dos casos em tratamento caseiros. Na maioria das vezes, entretanto, a dor é de pequena intensidade e suportável, e cessa quase imediatamente após o tratamento.

Existem diferentes concentrações de géis clareadores, e o dentista escolhe a concentração de acordo com o caso do paciente.  Quanto maior a concentração do gel, maior o poder de penetração e velocidade do agente, e também maiores as chances do aparecimento de sensibilidade dentária. Em outras palavras, o dentista pode controlar o sensibilidade aumentada pela alteração da concentração do agente clareador.

Os géis em alta concentração , é bom que se diga, também podem causar lesões às gengivais durante as aplicações caseiras. No clareamento caseiro o dentista monitora o tratamento para alterar a concentração ou formulação química do gel a qualquer tempo, conforme as respostas ao tratamento que o paciente vai apresentando.

 

Quais precauções precisam ser tomadas antes de iniciar o clareamento dental?

 

O claramento dentário direto, independente da técnica utilizada, não deve ser realizado diretamente sobre os dentes antes de passar por alguns procedimentos. Caso contrário, o aparecimento de manchas permanentes sobre o esmalte dentário pode trazer muita dor de cabeça para muitos indivíduos. Uma pequena lista com procedimentos prévios ao início do clareamento dentário precisa fazer parte do seu tratamento.

 

✓ profilaxia e polimento do esmalte dentário;

✓ tratamento gengival;

✓ remoção de tártaro;

✓ aplicação de agentes dessensibilizantes;

Clareamento dental caseiro ou à laser : medição de cores é feita antes e após tratamentos para remoção de manchas, tártaros e clareamento dentário.

 

 

Tenho algumas restaurações em resina nos dentes anteriores. O que acontecerão com elas?

As resinas odontológicas utilizadas em restaurações não sofrem a ação do gel utilizado no clareamento, permanecendo amareladas. Diferenças de cor entre os dentes clareados e e as restaurações não clareadas são problemas frequentes. Além disso, alguns estudos indicam algum tipo de dano superficial às resinas, mas que podem voltam às condições iniciais após procedimentos para polimento – podendo até mesmo clarear erecuperar a cor original das restaurações em resinas.

Pacientes com resinas dentárias em dentes anteriores precisam estar atentos à diferença de cor entre restaurações antigas e dentes clareados. E o mesmo vale para próteses dentárias, facetas laminadas e lentes de contato dental. Não realize o tratamento para clareamento dos seus dentes se você não possui recursos financeiros para realizar a troca das restaurações ou dispositivos protéticos em porcelana.

Tenho algumas retrações gengivais. Isso pode ser motivo para dores durante o tratamento?

A técnica de clareamento dental em Goiania, realizada em consultório pelo dentista, tem na existência da retração da gengiva uma das suas maiores indicações. É que na técnica caseira, aplicada através de moldeiras macias e transparentes, o gél escorre diretamente para as raízes expostas. E o resultado é fácil de imaginar: dores fortes e contínuas. Já na técnica profissional o dentista pode isolar, uma a uma, todas as raízes expostas pela retração, protengendo-as da ação sensibilizante dos agentes clareadores.

Dá para clarear dentes manchados e escurecidos por antibióticos ou outros remédios?

O escurecimento e manchamento dos dentes por antibióticos ou outros remédios acontecem durante a fase embriogênica dos dentes – e quase todas elas acontecem durante a infância. Cores acinzentadas e que tendem ao marrom são frequentes. A formação de linhas esbranquiçadas, por exemplo, e característicos dos manchamentos por antibióticos. Dependendo da intensidade do escurecimento, os danos estéticos são tão severos que apenas tratamentos com facetas laminadas em porcelana podem resolver o problema.

O objetivo do tratamento para estes indivíduos é minimizar os problemas estéticos. A recuperação completa da cor, e eliminação das manchas e linhas, é resultado raro. A técnica ideal é a caseira com gel aplicado sobre moldeiras, e o tempo de aplicação pode se extender por até 3 meses.

Quanto tempo dura o efeito do clareamento dental?

Esperar que o tratamento para clareamento dentário permaneça com os resultados próximos ao iniciais, por até 2 anos, é uma estimativa razoável. O tempo real de manuteção dos resultados do tratamento depende de vários fatores, como alimentos ingeridos, microbiota local, higienização e características do esmalte dentário.
Clareamento dentário caseiro ou à laser : escala de cores padrão para seleção de lâminas em porcelana para tratamentos com lentes de contato dental.

Os resultados do clareamento dentário são iguais para todo mundo?

Não. A anatomia dentária e os tipos de pigmentos que recobrem os dentes são diferentes entre cada paciente. Além disso, pacientes mais jovens conseguem melhores resultados que paciente acima dos 50 anos. Alguns fatores determinam o sucesso ou o fracasso dos tratamentos para clareamento dentário ( caseiro ou profissional convencional ou auxiliado por laser ).

• Idade

O clareamento dentário realizado tardiamente tem resultados menos efetivos. O ideal é iniciar o primeiro tratamento ainda antes dos 30 anos de idade, e ir refazendo o procedimento a cada 5 anos. Esse protocolo permite manter os tons originais dos dentes e evita o aparecimento de colorações amareladas sem respostas ao tratamento.

• Dieta.

O tipo de alimento presente na dieta do paciente pesa no sucesso do clareamento dentário feito pelo dentista. Os pacientes com elevado consumo de chás e vinhos, por exemplo, têm menor resposta aos agentes clareadores.

• Clareamento dentário preventivo

O clareamento dentário periódico atua de forma preventiva contra o escurecimento e amarelamento irreversível dos dentes. É por isso que pacientes que iniciam, ainda durante a juventude, um esquema para o clareamento dentário preventivo beneficiam-se de sorrisos sempre claros e harmônicos.

• Cor do esmalte e dentina.

A quantidade de esmalte e dentina importa nos resultados finais do tratamento. Pacientes que possuem, proporcionalmente, maiores quantidades de dentina em relação ao esmalte dentário apresentam dentes mais amarelados do que o normal.

Clareamento dental caseiro : dentes cuja causa de escurecimento é interna não obtém boas respostas aos tratamentos para clareamento convencionais.

 

Devo preferir o clareamento a laser?

Na minha opinião, não. E é o que aponta, também, a maioria das pesquisas científicas. Mas antes é preciso distinguir os dois tipos de fontes para emissão de laser em odontologia. Um deles é o emitido por argônio, de alta intensidade – semelhante ao utilizado na depilação definitiva profissional. Superior à tecnica convencional com géis, traz riscos mais elevados para danos superficiais e internos (pola dentária). É exatamente por isso que ele é um equipamento dificilmente encontrado em consultórios dentários, cuja utilização para o propósito clareador foi abandonada.

A outra forma de utilização do laser para clareamento dentário é o uso de equipamentos de baixa intensidade. O problema é que a maioria das pesquisas aponta resultados muito discretos, ou mesmo inexistes, quando comparados nas técnicas com géis. Além disso, a evolução dos géis para uso profissional praticamente aposentou os equipamentos de baixa intensidade, dado os resultados elevados para a técnica com gel. Enfim, o uso do laser de baixa intensidade tem na publicidade mercadológica um impacto mais significativo do que nos resultados terapêuticos.

Clareamento dentário caseiro versus clareamento profissional. Qual a melhor técnica com géis clareadores?

A principal diferença entre as técnicas de clareamento caseiro e a realizada pelo dentista está na concentração do gel aplicado sobre os dentes. O agente clareador aplicado pelo dentista, por exemplo, é mais concentrado (forte) do que o aplicado pelo próprio paciente, obtendo o efeito desejado mais rapidamente do que a técnica com moldeiras.

A maioria das pesquisas científicas indicam que a técnica aplicada por uma hora, durante duas semanas, pelo próprio paciente e com o uso de moldeiras transparentes. Por outro lado, a ocorrência mais frequente de sensibilidade, a a pouco comodidade do tratamento, fazem do clareamento dental realizado pelo dentista a técnica predileta.

Os melhores resultados nos tratamento para clareamento dentário são conseguidos pela combinação do tratamento realizado pelo dentista com o procedimento caseiro. As concentrações diferentes dos agentes clareadores utilizados nas duas técnicas parecem agir de maneira diferente. O que se vê, na prática, é que essa combinação de tratamentos resulta em dentes mais claros e sem formação de degradês de cores. É a técnica utilizada previamente aos tratamento de impacto com facetas laminadas e lentes de contato dental.

E o clareamento dentário interno. O que é isso?

O clareamento dentário interno é um procedimento comum e mais antigo do que a própria técnica para clareamento dentário externo. É indicado para os escurecimentos dentários que tem na parte interna do dente a causa do escurecimento dentário (acinzentamento ou tons marrons). Entre as causas para o escurecimento dentário interno estão problemas na técnica para o tratamento de canal (endodôntico) ou a necrose assintomática da polpa dentária.

A técnica para clareamento dentário interno tem na recidiva do escurecimento dentário o problema mais associado ao tratamento. Pesquisas científicas aponta para o retorno do escurecimento em 50% dos casos passados 7 anos do tratamento. Essas situações podem ser solucionadas com facetas em porcelana para o bloqueio total do acinzentamento desses dentes. O clareamento externo, caseiro, convencional ou a laser, pode ser realizado para complementar os resultados do clareamento interno.

Quais são as técnicas alternativas para clarear sorrisos em dentes que não respondem às técnicas convencionais ou à laser?

Quando nada funciona para clarear o seu sorriso, o uso de técnicas alternaticas podem ser a respostas para sorrisos mais claros e harmônicos. Veja a seguir algumas delas, e como elas podem ajudá-lo.

abrasão do esmalte dentário (peeling)

A abrasão do esmalte dentário, a camada estética mais superficial dos dentes, é uma alternativa para a remoção de manchas, como as causadas por antibióticos ou fluorose.

facetas em resina

A faceta em resina é uma alternativa mais em conta para a laminação estética dos dentes. Entretanto, é pouco eficiente para dentes muito amarelados ou escurecidos, ou para indivíduos que esperam resultados muito intensos para cores claras oou próximas ao branco absoluto.

facetas em porcelana

A facetas em porcelana é a técnica mais eficiente para a correção de cor em dentes intensamente manchados, amarelados ou escurecidos – ou para indivíduos em busca de cores intensas e próximas ao branco absoluto. O desgaste da superfície dentária, entretanto, é uma desvantage desses tratamentos que precisa ser considerada antes de iniciar o tratamento.

lentes de contato dental

Lentes de contato dental são variações frequentemente mais finas das facetas em porcelana. São indicadas para recobrimentos estéticos sem a necessidade de desgastes superficiais. A piuca efetividade da técnica sobre dentes muito amarelados é um desvantagem do procedimento.

restaurações antigas e amareladas : o clareamento dentário caseiro exige a substituição das restaurações antigas pelo grande contraste final de cores após o tratamento

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *