Monday, December 18, 2017
Home > Saúde > O Aedes Aegypti irá diminuir em nosso estado,Saúde apresenta plano de contingência e lança app para registro de dados

O Aedes Aegypti irá diminuir em nosso estado,Saúde apresenta plano de contingência e lança app para registro de dados

Campo Grande (MS) – O governo do estado através da Secretaria de Estado de Saúde lançou nesta quinta-feira (23) o Plano Estadual de Contingência ao Aedes Aegypti, mosquito causador de doenças com a dengue, febre chikungunya e Zika. A apresentação para o plano, que oficializa as ações e estratégias de combate ao mosquito, contou também com a posse do Comitê Estadual de Combate ao Aedes Aegypti, que conta com participação além dos órgãos públicos e instituições privadas parceiras na ampliação das ações no enfrentamento à dengue e outras doenças.

Além das assinaturas, o governo entregou 2 mil bolsas de equipamentos de endemias, 5 mil uniformes, 79 computadores e 2 mil smartphones para os municípios e agentes de endemias. Durante a solenidade, o governador Reinaldo Azambuja destacou os trabalhos a cada ano para fortalecer as ações de combate ao Aedes Aegypti e ressaltou a constante parceria com instituições para aumentar a ação contra o mosquito.

Governador Reinaldo Azambuja falou sobre a conscientização da sociedade e os trabalhos constantes na redução de focos do mosquito Aedes Aegypti

“Estamos reforçando a cada ano os trabalhos voltados para o combate ao Aedes Aegypti, a entrega dos equipamentos juntamente com os novos smartphones vão nos ajudar a agilizar estas ações. Mas o mais importante está ainda na conscientização coletiva e o papel da sociedade nessas ações. É importante que todos façamos o nosso papel evitando criadouros do mosquito, evitando assim os riscos de epidemia”, disse o governador.

O governador Reinaldo Azambuja e o secretário de estado de saúde Nelson Tavares durante a apresentação do aplicativo E-Visita

Uma das novidades está no novo sistema de registro de informações epidemiológicas, o E-Visita, aplicativo desenvolvido pela Secretaria de Estado de Saúde que estará instalado nos 2 mil smartphones que serão entregues aos agentes de endemias. Com o aplicativo, o registro de informações das visitas aos imóveis fica mais dinâmico, sendo enviado online para a Sala Estadual de Situação, onde são desenvolvidas as estratégias de combate ao Aedes.

“Contamos hoje com importantes parceiros, diversas instituições que estão conosco nas ações para combater o mosquito que compõem o nosso Comitê. Além disso, a entrega de equipamentos e o desenvolvimento do sistema E-Visita é mais uma ferramenta para nos antecipar e montarmos estratégias para reduzir os focos do Aedes Aegypti nas ações deste ano e em 2018”, disse o secretário de estado de saúde, Nelson Tavares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *